Notícias

Aprovadas propostas para revitalização dos Distritos Industriais de Contagem

CODIR aprova sugestão do CIEMG para adoção de modelo condominial

As ações para a revitalização e estímulo à ocupação das áreas industriais do município foram o destaque da última reuniãodo CODIR – Conselho Diretor do Centro Industrial de Contagem. 

Integram o conselho, além do prefeito do município, o secretário de desenvolvimento econômico, representantes da Câmara Municipal, do CIEMG – Centro Industrial e Empresarial de Minas Gerais, da ACIC – Associação Comercial e Industrial de Contagem e do Distrito Industrial CINCO, que se reúnem periodicamente para analisar, discutir e deliberar sobre questões ligadas aos cinco distritos industriais.

Para Cássio Braga, diretor e representante do CIEMG no CODIR, merecem destaques, entre outras decisões do conselho, a municipalização do Distrito Industrial Juventino Dias – DIJD. “Passamos agora para a etapa de elaboração dos protocolos entre CODEMIG e Prefeitura de Contagem para a transferência do DIJD, que integrará o primeiro distrito Industrial do país ao modelo de gestão dos demais em atividade”, afirmou. 

Não haverá aporte de recursos da Codemig para a revitalização do DIJD que integra o diagnóstico realizado em parceria com o Sistema FIEMG/Instituto Euvaldo Lodi, informou Cássio Braga. "A transferência foi discutida no contexto do projeto da gestão municipal para revitalização de todos os distritos industriais de Contagem”, destacou.

Na ocasião foi aprovada a sugestão do CIEMG para a criação de um comitê gestor. A proposta inclui a possibilidade de renúncia de parte do IPTU para um fundo condominial que, por sua vez, assumiria a administração de serviços nas áreas industriais.

No contexto desse projeto de revitalização, o CODIR aprovou ainda a redução da taxa para a transferência de imóveis nas áreas industriais de 5% para 2%. “Promover e facilitar a regularização das áreas industriais e fomentar o ambiente de negócios é o objetivo dessa medida, especialmente para empresas em dificuldades”, explicou Cássio.

O diretor do CIEMG explicou que para estimular o ambiente de negócios, foi aprovada inclusive a isenção dessa taxa, como, por exemplo, em casos de transferência de imóveis dentro do próprio grupo ou de projetos de grande retorno econômico e de relevantes investimentos.

Ele anunciou que será conduzido no âmbito do CIEMG,  juntamente com o CINCO, as diversas etapas para a realização do intercâmbio com empresários portugueses que visitarão Contagem em março de 2018. "A comitiva quer, além de prospectar e investir em novos negócios aqui, promover a entrada de indústrias mineiras no mercado europeu, tendo Portugal como via porta de entrada", finalizou.  

Últimas notícias

  1. G-7 Contagem tem propostas para agilidade na concessão de alvarás

    Leia

  2. CIEMG divulga agenda de cursos de março

    Leia

  3. Proposta do G-7 apara criação do Conselho de Desenvolvimento Econômico

    Leia

  4. G-7 Contagem atualiza o encaminhamento de demandas com a administração municipal

    Leia

  5. Ex-prefeito de BH, Márcio Lacerda se reúne com setor empresarial no CIEMG

    Leia

  6. Os desafios e impactos do registro digital da escrituração fiscal – eSocial e EFD-Reinf

    Leia

  7. As mudanças da Reforma Trabalhista nas relações e no ambiente corporativo

    Leia

  8. Os impactos no registro digital da escrituração fiscal – EFD-Reinf e eSocial

    Leia