Notícias

Inovação no futuro das grandes empresas

Diversos CEOs e executivos de grandes empresas compartilharam suas experiências e cases de sucesso sobre conexão com startups no Corporate Startup Summit

Discutir os desafios de grandes empresas, em um cenário onde as regras da competição de mercado estão sendo reescritas pela velocidade das mudanças provocadas pelas startups, foi o foco do Corporate Startup Summit (CSS), promovido pelo FIEMG Lab, na sede da FIEMG, nesta quinta-feira, 21/09. O evento trouxe à tona temas como competitividade na era digital, desafios da produtividade neste novo modelo, além de gestão de processos e talentos no contexto da cultura startup.

 Durante a abertura do CSS, a superintendente executiva de operações do Sistema FIEMG, Angela Flôres, destacou a relevância das novas empresas de base tecnológica na resolução de um entrave competitivo do Brasil.

 “Há uma paradoxo inaceitável no país, que é o 13º produtor de ciência no mundo e o 69º em inovação. No Sistema FIEMG, acreditamos no tripé ciência, tecnologia e inovação como base para o desenvolvimento sustentável. E nesse contexto, as startups têm um papel fundamental”, comentou.

 Ela ainda ressaltou a infraestrutura da entidade de fomento à área. “Temos como exemplo o Centro de Inovação e Tecnologia do SENAI (CIT), que abriga oito institutos de tecnologia e inovação, em um espaço de 127 mil metros quadrados, sendo 25 mil de área construída. Além disso, temos, no total, 14 institutos e laboratórios espalhados pelo estado auxiliando a indústria a ser mais produtiva, competitiva e inovadora”, disse.

 O superintendente executivo de Relações Institucionais da entidade, Paulo Brant, afirmou que é função da FIEMG incentivar a inovação nas indústrias. Segundo ele, projetos e parcerias que aproximem as startups do setores científico/acadêmico e produtivo e transformem tecnologia em negócio, são estratégicos para o desenvolvimento da indústria mineira.

Um dos temas norteadores do encontro foi a discussão em como startups e empresas de base tecnológica podem afetar positivamente grandes empresas e o setor industrial. Segundo o diretor executivo da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), Rafael Ribeiro, esse novo modelo de empresa tende a gerar soluções para grandes corporações, principalmente, em dois modos, custo e produtividade.

 “O processo de desenvolvimento em grandes negócios é custoso e muitas vezes demorado. Já nas startups, muitas vezes é um processo rápido, pois envolve menos pessoas, e , por consequência, mais barato. Aliado ao fato de que muitas vezes esses novos empreendedores darão a vida para entregar uma solução viável para o parceiro,” disse.

O presidente do Sicepot-MG, Emir Cadar, concordou. “O contexto de um negócio convencional e o de uma startup são completamente diferentes, mas são realidades diferentes que podem agregar ganhos para ambos, seja o ‘fazer diferente’ e a rapidez ou a tradição de algumas práticas”.

Wellington Teixeira, presidente do Sindinfor e integrante da 3D Virtual Care, startup que desenvolveu um equipamento que permite a reabilitação de pacientes pela gameterapia, contou sobre a sua experiência no FIEMG Lab.

Para Teixeira, a oportunidade de aliar os conhecimentos obtidos como empresário com a cultura startup tem sido excepcional. “Com a aprendizagem trazida pelo FIEMG Lab, o trabalho como empresário ganha novo significado. Nosso esforço ganha uma nova dimensão, passa a ter um propósito ainda maior”, comentou.

Segundo ele, inclusive sua atividade de associativismo sofreu ganhos com o programa. “Os novos conceitos de negócios têm sido tão importantes nesse contexto atual da tecnologia, que vários coisas implementadas no FIEMG Lab, estamos levando para o nosso sindicato, o Sindinfor. Somos o primeiro sindicato startup do Brasil”, brincou.

O representante da Unimed-BH, Alexandre Flores, completou que para as grandes empresas é importante atrair talentos com mentalidade de startup para dentro de seus quadros. “A sociedade vem mudando rapidamente, mas, muitas vezes, a cultura organizacional não é tão simples de se alterar. A atração e retenção de novos com uma nova mentalidade é imprescindível nesse contexto," completou.

Catarina Viegas, Executiva de Digital Business da IBM Brasil, destacou como o mundo digital alterou as relações entre empresas. “Vivemos um constante dilema em como criar um ecossistema que consiga traduzir os novos serviços das empresas tradicionais dentro deste novo contexto”.

 O empresário, Industrial do Ano 2017 e presidente do Conselho de Administração da MRV Engenharia, Rubens Menin, encerrou o evento. Para ele, é importante que os negócios convencionais entendam que, de fato, há mais inteligência fora do que dentro das empresas. “É importante entender esse quadro de que há um mundo de soluções fora das organizações, um mundo de alternativas. Mas é necessário salientar que startups não são para resolver problemas apenas. São ferramentas e parceiras para o encontro de caminhos e soluções”, concluiu.

Assinatura - Durante o CSS, foi anunciada a parceria entre o FIEMG Lab e a 100 Open Startups, plataforma digital usada por empresas tradicionais que buscam empresas de base tecnológica interessadas em novas soluções.

O acordo prevê que o programa de aceleração do Sistema FIEMG será agente exclusivo da iniciativa em Minas Gerais. O criador e CEO da 100 Opens Startups, Bruno Rondani, comentou a parceria. "Temos uma visão muito parecida sobre a forma colaborativa no qual as startups devem atuar. A partir de agora, esperamos que essa união fortaleça esse trabalho de conectar o mercado às startups," concluiu.

Galeria

Últimas notícias

  1. FIEMG e FAEMG trabalharão juntas na área de alimentos

    Leia

  2. Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG inaugura dois institutos

    Leia

  3. CIT SENAI FIEMG inaugura dois institutos para fomentar tecnologia e inovação da indústria mineira

    Leia

  4. Boas perspectivas para empresas mineiras na Alemanha

    Leia

  5. Evento no P7 Criativo mostra que empresas não devem impor regras às startups

    Leia

  6. FIEMG fomenta inovação e tecnologia no setor metalmecânico do Vale do Aço

    Leia

  7. Grupo Stevanato inaugura fábrica em Sete Lagoas

    Leia

  8. Sindicato das Indústrias de Alimentação de Juiz de Fora assina Protocolo de Intenções com ISTA&B

    Leia