Notícias

SENAI-MG: destaques de 2017

Conselho Regional da entidade reúne-se na FIEMG e faz um balanço dos principais projetos

Na última reunião do ano do Conselho Regional do SENAI-MG, realizada no dia 20 de dezembro, na FIEMG, o superintendente da entidade, Cláudio Marcassa, pontuou os principais projetos desenvolvidos em 2017. Ele abriu a reunião com os índices alcançados pelo Programa Brasil Mais Produtivo (B+P), uma iniciativa do governo federal que visa aumentar a produtividade em processos produtivos de empresas industriais, com a promoção de melhorias rápidas, de baixo custo e alto impacto. O Programa é coordenado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços - MDIC e realizado pelo SENAI.

Segundo Marcassa, o SENAI-MG ultrapassou o objetivo do SENAI Nacional em 2017. “A previsão era de atendimento de 300 indústrias em Minas Gerais. Foram realizados 334, além de 44 consultorias, envolvendo 17 Unidades”, disse. Com isso, o SENAI-MG conquistou o segundo lugar geral no Brasil. “Estamos negociando a continuidade do programa em 2018”, adiantou.

Outro destaque apresentado foi o Curso Técnico de Automação Semipresencial, que contou com 332 matrículas, superando a oferta inicial de 200 vagas. O curso, de dois anos, é oferecido em sete Unidades do SENAI: Contagem, BH, Betim, Ipatinga, Juiz de Fora, Pouso Alegre e Uberaba. O objetivo em 2018 é lançar o curso em outras cidades do estado. O Programa de Prevenção de Acidentes em Ambientes Educacionais também foi citado na reunião, com destaque para o manual de prevenção, que foi distribuído aos alunos na aula inaugural das Unidades.

Em parceria com o IEL, o SENAI desenvolveu também no estado a inserção de alunos no mercado de trabalho. Projeto piloto foi realizado em Unidades de Contagem e Betim, na RMBH. Foram 54 turmas concluintes, em um total de inserção de 1063 profissionais, sendo prospectadas 244 empresas.

O superintendente de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo do Sistema FIEMG, José Policarpo Gonçalves de Abreu, apresentou, durante a reunião do Conselho, os trabalhos desenvolvidos no Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) SENAI FIEMG, em Belo Horizonte. Entre as novidades para 2018 está a instalação de um Laboratório Aberto (Espaço Maker) em Nova Serrana, onde está instalado o polo calçadista do estado. Em 2017, o CIT ofereceu mais de 62 mil horas de consultorias para indústrias mineiras, 15% a mais da oferta em 2016.

Galeria

Últimas notícias

  1. Instituto de Alimentos e Bebidas do CIT SENAI FIEMG fará análises do queijo Canastra

    Leia

  2. Pequenas empresas e startups participarão da recuperação do Rio Doce

    Leia

  3. Centro de Inovação e Tecnologia do SENAI recebe representante da Petronas Lubrificantes

    Leia

  4. Empreendedorismo na engenharia

    Leia

  5. FIEMG e FAEMG trabalharão juntas na área de alimentos

    Leia

  6. Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG inaugura dois institutos

    Leia

  7. CIT SENAI FIEMG inaugura dois institutos para fomentar tecnologia e inovação da indústria mineira

    Leia

  8. Boas perspectivas para empresas mineiras na Alemanha

    Leia