Produtos

Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais​

Plano visa alavancar o desenvolvimento indus​trial em Minas Gerais

A nova força da indústria mineira — é com esse conceito que a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) lançou, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG), o Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais. O plano, inédito e estratégico, visa alavancar o desenvolvimento indus​trial em Minas Gerais, tornando o Estado cada vez mais atrativo e dotado de melhores condições de competitividade para a indústria.

Trata-se de um trabalho amplo que irá beneficiar os Distritos Industriais em todo o estado, promovendo maior capacitação e empreendedorismo. O desejo é que a indústria mineira se torne cada vez mais forte, inovadora e sustentável, gerando negócios, riquezas e desenvolvimento.

O programa visa identificar as principais potencialidades, os setores produtivos e as necessidades de infraestrutura dos Distritos, possuindo quatro objetivos estratégicos: organização de uma infraestrutura de ponta, estruturação de um ambiente de cooperação em prol do desenvolvimento, promoção de uma visão sistêmica do desenvolvimento e da competitividade industrial e aumento da atratividade dos distritos para o mercado.

Em um segundo momento, foram produzidas análises que possibilitaram selecionar os espaços prioritários dentre os 53 distritos industriais (DIs) da Codemig, nos quais as ações de modernização de infraestrutura seriam implementadas. Foram marcados nessa lista 17 Distritos Industriais contidos nos seguintes municípios: Belo Horizonte (Distrito do Jatobá), Betim, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Ituiutaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Pouso Alegre, Sete Lagoas, Uberaba, Uberlândia e Contagem

Os principais objetivos estratégicos da iniciativa são organizar a infraestrutura de ponta, aumentar a atratividade do distrito em relação ao mercado e promover a visão sistêmica do desenvolvimento e da competitividade industrial, bem como estruturar um ambiente de cooperação. O resultado final da revitalização será mais competitividade, atratividade, critérios de vendas mais definidos e um plano de atração de empresas.​
​​