Notícias

Belo Horizonte recebe o 11° Seminário Internacional de Sustentabilidade

A Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) foram os destaques da abertura do evento, no Teatro SESIMINAS

A Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) representam uma grande oportunidade para que empresas, governos e a sociedade em geral possam planejar de forma coordenada a transformação do Brasil num lugar mais justo, solidário e próspero. “A Agenda 2030 busca, entre outros objetivos, a prosperidade humana, a redução da pobreza, a erradicação da fome, o combate às desigualdades e a proteção do planeta e das pessoas”, diz o secretário nacional de articulação social da Secretaria de Governo da Presidência da República, Henrique Villa da Costa Ferreira, que fez a palestra de abertura do 11° Seminário Internacional de Sustentabilidade, realizado pela FIEMG, no Teatro SESIMINAS, no dia 28/09.

Ele ressaltou que o alcance dos objetivos do desenvolvimento sustentável não é tarefa apenas do governo e que é uma oportunidade de fortalecimento dos negócios. “Não cabe apenas aos governos o esforço de execução da agenda, mas ao conjunto da sociedade brasileira, sem exceção. A inserção internacional do produto brasileiro ficará difícil se não forem observados princípios caros à Agenda 2030, princípios de sustentabilidade corporativa, por exemplo”, diz.                                                    

Adotada por 193 países-membros das Nações Unidas, inclusive o Brasil, a Agenda foi definida em um amplo processo participativo lançado na Rio+20, em 2012. O secretário executivo da Rede Brasil do Pacto Global, Carlo Pereira falou sobre os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável — conhecidos como ODS. Ao todo, eles estabelecem 169 metas e os meios para que todas possam ser atingidas até 2030. Esses objetivos são integrados e mesclam as três dimensões do desenvolvimento sustentável: a econômica, a social e a ambiental. “Nenhum ator é capaz de alcançar isoladamente o conjunto dos 17 ODS e suas 169 metas. Nenhuma meta pode ser alcançada sem parcerias plenas”, diz.

ALC_9779-C-pia.JPG

O vice-presidente da FIEMG, Aguinaldo Diniz Filho, ressaltou que a sustentabilidade passa por produzir com menos recursos naturais, menos desperdício e menos resíduos. “Não temos dúvidas de que para termos uma indústria sustentável é preciso mais produtividade e competitividade. Em um mercado globalizado, essa será, cada vez mais, a única forma de fazer negócios e de gerar oportunidades em Minas Gerais e no Brasil”, diz.

Ele apresentou o Programa Minas Sustentável, criado em 2011 pelo Sistema FIEMG, por meio do SESI MG, que apoia, incentiva e orienta empresários mineiros a adotarem processos produtivos mais sustentáveis e eficientes.

De lá para cá, 8.223 empresas foram assessoradas em 383 municípios mineiros e 3.330 trabalhadores e empresários capacitados. Foram concedidas 445 licenças ambientais e 1.663 empresas orientadas para a ecoeficiência.

Em dois dias os participantes vão debater temas como lideranças transformadoras que promovem sociedades pacíficas, justas e inclusivas; ética e integridade: o valor da confiança para os negócios e para a sociedade; desafios futuros: direitos humanos, educação e cidadania na América Latina; os valores socioambientais e os novos padrões de produção e consumo; água: gestão estratégica e qualidade de vida para todos; cidades criativas, inteligentes e sustentáveis: um novo conceito de design urbano para a prosperidade e desafios futuros: direitos humanos, educação e cidadania na América Latina.

Aguinaldo Diniz Filho anunciou o lançamento do Guia SESI FIEMG — A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. A publicação, que ficará disponível para acessos no site do Sistema FIEMG, descreve os avanços na promoção do desenvolvimento sustentável, desde a implementação dos Objetivos do Milênio, em 2000, até chegarmos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. “O guia oferece uma descrição detalhada de cada novo objetivo, além de propostas e ideias para que empresas e pessoas possam contribuir para a consolidação da Agenda 2030 no Brasil”, diz.

Confira tudo o que aconteceu no Seminário:

Agenda para a Sustentabilidade

Debate sobre Direitos Humanos

O Valor da Confiança para Empresa e Sociedade

Padrões Sustentáveis de Produção e Consumo

Gestão Estratégica das Águas

Galeria

Últimas notícias

  1. FIEMG recebe ministro conselheiro da Embaixada da Indonésia no Brasil

    Leia

  2. Promover a cultura é para todos

    Leia

  3. CEMA se reúne na FIEMG

    Leia

  4. G-7 Contagem analisa demandas com a administração municipal e o legislativo

    Leia

  5. Parque Aquático do SESI é inaugurado em Juiz de Fora

    Leia

  6. DIMEP participa do Projeto Compre Bem’

    Leia

  7. Palestras na FIEMG esclarecem exportação para o setor metal mecânico

    Leia

  8. Gerando conexões pelo desenvolvimento

    Leia