Notícias

Câmara Audiovisual propõe medida para atrair negócios com emissoras de SP e RJ

Empresas teriam redução de 50% do valor da licença caso fechem com produtoras independentes de outros estados

O Sindicato da Indústria do Audiovisual de Minas Gerais (SINDAV-MG), a Câmara da Indústria do Audiovisual da FIEMG e a Fundacine/RS, apresentaram no dia 5/07, ao Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) uma proposta de grande interesse das produtoras independentes localizadas fora do eixo Rio/SP.  

A proposta consiste na aplicação de um redutor de 50% no valor da licença a ser paga pelas emissoras instaladas no Rio de Janeiro e em São Paulo, caso elas fechem novos negócios com produtores independentes instalados fora dos dois estados.   

As emissoras comerciais estrangeiras, por exemplo, que, normalmente, devem pagar 15% para licenciar um produto que recebe recursos do FSA, passariam a pagar apenas 7,5%, caso a obra seja de uma produtora fora do eixo.  

Breno Nogueira, representante do SINDAV/MG e da Câmara da Indústria do Audiovisual da FIEMG, comentou sobre a possibilidade de que novos negócios sejam feitos para além de Rio-SP. “É importante dialogar sobre questões como a regionalização do que é investido no Brasil para a produção audiovisual. Rio e São Paulo concentram grande parte, cerca de 80%, dos investimentos feitos no setor no país e é importante descentralizar esse quadro,” finalizou.

Últimas notícias

  1. SENAI MG: inscrições para cursos técnicos prorrogadas até 29/01/2018

    Leia

  2. SINDIEXTRA e Feam promovem seminário para debater gestão de barragens

    Leia

  3. SESI participa da Campanha de Popularização do Teatro e da Dança

    Leia

  4. Boníssima promove corrida em BH

    Leia

  5. Em sua 21ª edição, Mostra de Cinema de Tiradentes exibe 102 filmes

    Leia

  6. Empresários iniciaram o ano confiantes, é o que mostra pesquisa da FIEMG

    Leia

  7. Postos de Saúde estarão abertos amanhã

    Leia

  8. FIEMG lança plano de investimentos na Regional Sul

    Leia