Notícias

FIEMG investe em Segurança e Saúde no Trabalho

28 de abril é o dia mundial da conscientização sobre SST. Os números de acidentes caíram, segundo o Ministério do Trabalho

Segundo o Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho de 2015, do Ministério do Trabalho, os números de acidentes no Brasil sofreram uma queda de 14% em 2015, comparado com o ano anterior. Foram mais de 612 mil casos, o que significa uma redução de quase cem mil ocorrências em relação a 2014. 

Em Minas Gerais, a queda é de 16%. O gerente de Segurança e Saúde no Trabalho, Alfredo Santana, atribui esse resultado à conscientização da indústria e dos trabalhadores. “Isso nos anima a concentrar esforços e seguir investindo no apoio às indústrias mineiras. Acidentes significam prejuízos para todos”, diz.

Cada acidente resulta em mais de três dias de ausência ao trabalho. Com eles, governo e empresas gastam cerca de R$ 14 bilhões anuais. As informações levantadas em 2015 mostram que o Brasil ocupa o 4º lugar do ranking mundial de ocorrências. O setor industrial responde por 41,09% do total. “Nosso esforço constante é atuar para a redução desses números, que continuam alarmantes. É um trabalho conjunto que precisa do engajamento das empresas e dos empregados”, diz.

SESI/Gerência de Segurança e Saúde no Trabalho está lançando a Cartilha de Orientação para Contratação em Atividades de Risco para subsidiar na contratação de trabalhadores que atuam com trabalho em altura, espaço confinado, manuseio de cargas e eletricidade. O objetivo é apoiar a indústria, especialmente as de pequeno e médio porte, a se prepararem para entender e cumprir a legislação que rege a questão da Segurança e Saúde no Trabalho. “Vamos apoiar para que as empresas possam ser mais assertivas na seleção de profissionais que atuam com esses serviços e assim reduzir a incidência de acidentes”, diz.

Atualmente, o SESI mantém 13 unidades de SST no Estado, entre elas a de Juiz de Fora, inaugurada em dezembro de 2016, com um investimento de R$ 8,5 milhões. A unidade oferece às indústrias da região equipamentos modernos e toda a infraestrutura necessária para a realização de exames num só local. Recentemente, a unidade foi considerada parceira destaque da mineradora Anglo American em segurança e saúde ocupacional.

 

Números de 2015

Durante o ano de 2015, foram registrados no INSS cerca de 612,6 mil acidentes do trabalho. Comparado com 2014, o número de acidentes de trabalho teve um decréscimo de 13,99%. O total de acidentes registrados com CAT diminuiu em 10,87% de 2014 para 2015. Do total de acidentes registrados com CAT, os acidentes típicos representaram 76,28%; os de trajeto 21,08% e as doenças do trabalho 2,63%.

As pessoas do sexo masculino participaram com 70,32% e as pessoas do sexo feminino 29,67% nos acidentes típicos; 60,01% e 39,99% nos de trajeto; e 56,08% e 43,92% nas doenças do trabalho. Nos acidentes típicos e nos de trajeto, a faixa etária decenal com maior incidência de acidentes foi a constituída por pessoas de 25 a 34 anos com, respectivamente, 34,35% e 36,71% do total de acidentes registrados. Nas doenças de trabalho, a faixa de maior incidência foi a de 30 a 39 anos, com 34,23% do total de acidentes registrados.

Na distribuição por setor de atividade econômica, o setor ‘Agropecuária’ participou com 3,23% do total de acidentes registrados com CAT, o setor ‘Indústria’ com 41,09% e o setor ‘Serviços’ com 55,69%, excluídos os dados de atividade ‘ignorada’.

Dentre os 50 códigos de CID com maior incidência nos acidentes de trabalho, os de maior participação foram ferimento do punho e da mão (S61), fratura ao nível do punho ou da mão (S62) e traumatismo superficial do punho e da mão (S60) com, respectivamente, 9,78% 6,24% e 4,73% do total. Nas doenças do trabalho os CID mais incidentes foram lesões no ombro (M75), sinovite e tenossinovite (M65) e dorsalgia (M54), com 22,07%, 12,87% e 7,45%, do total.

 

Atendimentos da Gerência de Segurança e Saúde no Trabalho em 2016 

DSEV — Diagnóstico de Saúde e Estilo de Vida — 31.128 trabalhadores atendidos

Campanha de Vacinação — 144.121 trabalhadores vacinados de 892 indústrias

Programa Indústria Segura — 50.020 trabalhadores em 268 indústrias

Promoção da Saúde — 62.540 trabalhadores atendidos em 740 indústrias

161.800 Folders e materiais disponibilizados

SST — 275.523 trabalhadores atendidos em 2.210 indústrias

 

Conheça os Programas de SST

Últimas notícias

  1. Orquestra de Câmara SESIMINAS recebe maestro polonês Jaroslaw Lipke e percussionista Rafael Alberto

    Leia

  2. Representantes de empresas de Sete Lagoas visitam o CIT SENAI FIEMG

    Leia

  3. CIEMG orienta sobre o Refis Contagem: à vista, o desconto é de até 100% sobre as multas

    Leia

  4. Perspectiva de superação de negócios na 20ª Fenova

    Leia

  5. Sempre às Quartas, concerto com a Orquestra de Câmara SESIMINAS e convidados

    Leia

  6. FIEMG organiza missão internacional para maior feira de negócios da China

    Leia

  7. O músico Célio Balona será agraciado com o Prêmio Mastermaq Jazz Minas

    Leia

  8. FIEMG e Governo de Minas Gerais inauguram primeira agência de desenvolvimento da indústria criativa no estado

    Leia