Notícias

Segurança pública é tema de reunião de empresários e gestão municipal

CIEMG propõe colegiado para definir ações emergenciais de forma conjunta

Agravada pela crise econômica, a questão da segurança pública na Cidade Industrial de Contagem foi o tema da reunião de junho da diretoria executiva do CIEMG que reuniu o coronel Mauro Lúcio Alves, comandante da 2ª Região, o secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano, José Roberto Garbazza e Stefano Corradi, diretor de Tecnologia da secretaria de Defesa Social.

A reunião de trabalho aprovou proposta do CIEMG para criar um colegiado de atores estratégicos, “reunindo os grupos envolvidos na questão para definir tanto ações emergenciais quanto contínuas”, disse o presidente do CIEMG, José Agostinho da Silveira Neto. Assim, a próxima reunião de trabalho terá também a participação do G-7 Contagem e do Consep – Conselho Comunitário de Segurança Pública. Dessa reunião deverão participar, além da Polícia Militar, também Polícia Rodoviária Federal e a Guarda Municipal, anunciou o coronel Mauro Lúcio.

A segurança tem sido uma questão constante, especialmente no Distrito Industrial Juventino Dias, o primeiro espaço a receber “as empresas que geram riquezas”, disse o empresário Cássio Braga. Essa situação precisa ser revertida, alertou, começando pelos pontos de droga. “Esse problema afeta diretamente o funcionamento das empresas, inclusive na contratação de pessoal, especialmente para o período noturno”. Outra questão levantada por ele é social, ao destacar a necessidade também de alocar recursos para atender as comunidades dominadas pelo crime.

O quadro é mais complexo e necessita de ações da administração municipal em questões como a iluminação, a capina de espaços públicos e a fiscalização sobre a ocupação irregular de áreas onde são vendidos alimentos, nas calçadas, sem qualquer controle sanitário. “Apesar dos esforços das empresas e parcerias, são situações lamentáveis de nossas instalações depredadas, de degradação da infraestrutura e do meio ambiente”, relatou o industrial.

MONITORAMENTO
O diálogo com a administração municipal, compartilhando problemas e soluções tem sido uma caraterística dessa gestão, registrou o presidente do CIEMG, em seguida à apresentação do secretário José Roberto sobre as ações da atual gestão em relação à segurança e desenvolvimento do município.

Deverá estar em funcionamento no município, em 2018, um sistema que ampliará em até 70% a agilidade de resposta em ações de segurança pública e mobilidade urbana, anunciou, nessa reunião, o diretor Stefano Corradi. Na ocasião, ele apresentou o projeto do Centro Integrado de Comando e Controle que reunirá, no mesmo espaço, câmeras de monitoramento da Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, SAMU e Transcon, áreas industriais, além de outros pontos vulneráveis e estratégicos do município que estão sendo identificados.

Corradi anunciou ainda outro projeto em desenvolvimento, que denominou de Anel Digital e explicou se tratar de um circuito de câmeras nas principais entradas e saídas de Contagem, para monitoramento de todos os veículos que passarem por esse circuito. “A perspectiva é de que entre em funcionamento em setembro/outubro de 2018”, adiantou o diretor.

Últimas notícias

  1. CIT SENAI FIEMG inaugura dois laboratórios para fomentar tecnologia e inovação da indústria mineira

    Leia

  2. Roberto Revelino toma posse da presidência da Regional Pontal do Triângulo

    Leia

  3. Etapa estadual do Circuito SESI de Tênis

    Leia

  4. Time brasileiro que participou de mundial em Abu Dhabi é recebido pelo presidente Michel Temer

    Leia

  5. Sindicato das Indústrias de Alimentação de Juiz de Fora assina Protocolo de Intenções com ISTA&B

    Leia

  6. Integração e investimentos para inovação tecnológica

    Leia

  7. Teatro SESIMINAS recebe a grande final do Festival SESI Música 2017

    Leia

  8. Seminário sobre construção sustentável reúne especialistas nacionais e internacionais na FIEMG

    Leia