Notícias

CRER é ação de força e fé

Romaria de Caeté (MG) a Aparecida (SP) vai inaugurar o Caminho Religioso da Estrada Real

Com o objetivo de fortalecer o turismo religioso no estado, o Caminho Religioso da Estrada Real (CRER), teve seu lançamento anunciado em entrevista coletiva realizada em 9/8, na sede do BDMG, em Belo Horizonte. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais, em parceria com o Instituto Estrada Real (IER), e inspirado no Caminho de Santiago de Compostela, o CRER será a maior rota de turismo religioso do Brasil, ligando o Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade, localizado em Caeté (MG), ao Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida (SP), passando por 32 municípios mineiros e seis paulistas, num percurso de mais de mil quilômetros. “Vale ressaltar que desde o período colonial, Minas Gerais sempre deu grande valor ao turismo religioso. Estamos trabalhando para que o setor continue crescendo e atraindo cada vez mais turistas para Minas Gerais”,  disse o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria.

A ideia surgiu em 2001 quando dois caminhantes, com apoio do Instituto Estrada Real (IER) e da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), percorreram, em 36 dias, toda a Estrada Real, identificando as principais necessidades para sua consolidação. Entre 2002 e 2004, depois de rigoroso levantamento e demarcação, foram fixados os marcos sinalizadores. O trajeto pode ser percorrido a pé, de bicicleta, a cavalo ou 4x4 off road. É uma opção de turismo e peregrinação com prestação de serviços qualificados para atender os visitantes/peregrinos em uma única viagem ou por etapas, conforme a disponibilidade. “O turista pode iniciar a rota de qualquer ponto e percorrer os trechos que desejar, não sendo obrigatório realizar todo o caminho de uma só vez”, explica Eberhard Hans Aichinger, representante da Sacrum Brasilidades, empresa gestora do CRER.

CRER será aberto oficialmente com a Romaria 550 que, no dia 3 de setembro, partirá do Santuário da Piedade, chegando com os demais participantes (cavaleiros, ciclistas e pilotos de off-road), no dia 9 de outubro, ao Santuário Nacional de Aparecida, onde será celebrada missa solene em recepção aos romeiros e ao reconhecimento do CRER. A Romaria 550 comemora também os 250 anos de peregrinação ao Santuário Nossa Senhora da Piedade, padroeira de Minas Gerais, e os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida, protetora do Brasil.

Em Minas Gerais, o trajeto está todo sinalizado para que o peregrino possa se orientar com segurança. Totens instalados em locais estratégicos indicam as direções e placas indicativas apresentam o mapa geral do caminho, mostrando os municípios do percurso. Nos últimos anos, as estruturas físicas foram implantadas pela Setur-MG totalizando a instalação de 22 quiosques, 38 paraciclos, uma escada de acesso, três passarelas, 64 placas informativas, 1.771 totens indicativos, 119 placas de advertência para os motoristas e reparação de uma cabeceira de ponte e uma pinguela.

Galeria

Últimas notícias

  1. Gerando conexões pelo desenvolvimento

    Leia

  2. Sustentabilidade pode não custar muito

    Leia

  3. Palestras na FIEMG esclarecem exportação para o setor metal mecânico

    Leia

  4. Seu Ninico inaugura sua entrada no mercado externo

    Leia

  5. Empresários confiam na aprovação da reforma da Previdência, diz presidente da CNI

    Leia

  6. Ex-presidente da Eletrobras defende estatal forte

    Leia

  7. Grupo de Cordas Cariúnas no SESI Museu de Artes e Ofícios

    Leia

  8. Como as inovações tecnológicas impactam o dia a dia das empresas

    Leia