Notícias

Empresários do CIEMG visitam o CIT SENAI FIEMG

Conhecer e disseminar o que há de melhor para oferecer à indústria de Minas foi o objetivo do encontro

Mostrar especialmente para as pequenas e médias empresas o trabalho excepcional, de reconhecimento internacional e  ainda, disseminar informações sobre o que o Sistema FIEMG tem para oferecer à indústria instalada em Minas foi o objetivo da visita realizada por um grupo de diretoresdo CIEMG ao CIT – Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG, no dia 18 de maio. 

Em palestra para o grupo, o professor José Policarpo, diretor executivo da unidade, explicou que a pesquisa científica transforma capital em conhecimento, em riqueza. "Aqui estabelecemos o elo para uma atuação conjunta entre o conhecimento científico e a indústria, para desenvolver soluções para o setor”, explicou.

Ele afirmou ainda que no Brasil, o movimento de aproximar governo estadual, a indústria e a universidade numa cadeia de fomento à pesquisa, de propriedade intelectual, transferência de tecnologia e inovação, tem dado resultados, ao citar que o país está 13º em produção científica e em 69º em inovação.

O CIT ocupa área de 121 mil m² onde funcionam três institutos de inovação, cinco de tecnologia e uma gerência de metrologia a serviço da indústria "num elo de entendimento e de ação cooperativa entre a universidade e a indústria para consolidar um diálogo permanente e alavancar a indústria de Minas”, reforçou o professor. 

Policarpo lembrou ainda que a inovação não precisa ser de ponta. Pode ser o desenvolvimento, o ajuste de pequenos detalhes num produto, por exemplo. Assim, direcionado especialmente ao micro e pequeno empresário, entre os cinco institutos destaca-se o Laboratório Aberto SENAI

O Laboratório Aberto já tem proposta de ser implantado em polos como Pouso Alegre, adiantou o diretor do CIT. Ali, o empresário tem liberdade para propor ideias, desenvolver ou aprimorar produtos ou itens de sua produção. Pode ser o simples ajuste de uma pequena peça até o teste, a construção de um protótipo ou equipamento com o uso de uma impressora 3D.

Compreendida entre 2016 e 2018, a terceira fase de estruturação do CIT prevê a conclusão de obras e aquisição de equipamentos, gestão para resultados, e a intensificação na busca de parcerias com empresas e centros de pesquisa e desenvolvimento.

Entre outros projetos de sucesso desenvolvidos, por meio de parceiros, o professor José Policarpo citou a Embraer e a Sunew, pioneira ereferência internacional em energia orgânica que produz filmes fotovoltaicos. Outro projeto é a Biominas, cuja fábrica, em Nova Lima, está em fase final de obras para iniciar a produção de insulina.

_CCP9663.JPG

Últimas notícias

  1. FIEMG recebe ministro conselheiro da Embaixada da Indonésia no Brasil

    Leia

  2. Promover a cultura é para todos

    Leia

  3. CEMA se reúne na FIEMG

    Leia

  4. G-7 Contagem analisa demandas com a administração municipal e o legislativo

    Leia

  5. Parque Aquático do SESI é inaugurado em Juiz de Fora

    Leia

  6. DIMEP participa do Projeto Compre Bem’

    Leia

  7. Palestras na FIEMG esclarecem exportação para o setor metal mecânico

    Leia

  8. Gerando conexões pelo desenvolvimento

    Leia