Notícias

Estabelecida grande articulação pelo desenvolvimento do Vetor Oeste

Movimento reúne CIEMG e G-7 Contagem e o Instituto Horizontes

O Vetor Oeste é o mais dinâmico da Região Metropolitana de BH – RMBH, não só por sua extensão territorial, como também por sua importância econômica, ao concentrar atividades produtivas e responder por 29% da economia do estado, além de abrigar a caixa d'água da região. “Isso exige a constituição de uma organização, de uma liderança em conjunto para construir o futuro no presente”, disse o industrial Teodomiro Diniz, presidente do Instituto Horizontes, sobre a consolidação das propostas do PAE – Plano de Ações Estratégicas para o desenvolvimento do vetor, durante reunião de trabalho no CIEMG, com o G-7 Contagem.

Sobre a decisão do G-7 de se aliar ao Instituto Horizontes na proposta de se constituir o fórum permanente de diálogo para o vetor, o presidente do CIEMG, José Agostinho da Silveira Neto afirma que "Trata-se de um projeto único que está sendo conduzido de forma consistente, segundo uma visão contemporânea que terá todo o nosso empenho e apoio". Foram 15 reuniões realizadas no CIEMG em 2016, quando se desenhou e se definiu o modelo vetorial que aponta e propõe as articulações entre os municípios do vetor. 

Para Teodomiro, o grupo é uma grande iniciativa, que tem potencial e todos os elementos para, de forma articulada, contribuir para o desenvolvimento de Contagem “E mais importante, ao atuar além de mandatos, ao considerar o prefeito como um parceiro nesse processo de visão moderna da administração pública”, disse. Ele afirma ainda que é inaceitável que questões comuns aos municípios não tenham sido discutidas no dia a dia, em áreas como meio ambiente, saúde, educação, segurança, mobilidade urbana, meio ambiente, recursos hídricos, infraestrutura de vias urbanas, uso e ocupação do solo, planos diretores e arranjos produtivos, previstos no planejamento estratégico. "É uma experiência importante reunir municípios que têm afinidades, ao estabelecer uma arquitetura que suplante limites geográficos e que dê suporte ao desenvolvimento que somente se viabilizará por meio de mecanismos de diálogo permanente. Há situações inacreditáveis como BHTrans, TransCon e TransBetim não dialogarem sobre intercâmbio e sistemas inteligentes e nunca tenham desenvolvido algo em comum", ressaltou.

O fórum permanente do Vetor Oeste será implantado após reuniões com as administrações dos municípios de maior peso econômico na região: Belo Horizonte, Betim e Contagem, nos próximos dias. E ressaltou Teodomiro Diniz, “o mais importante é que os três municípios dialoguem de forma estruturada juntamente com demais”, sobre os demais integrantes Ibirité, Igarapé, Juatuba, Mateus Leme, Mário Campos, São Joaquim de Bicas e Sarzedo.

Últimas notícias

  1. Press Trip, com visita ao SESI Museu de Artes e Ofícios

    Leia

  2. CNI e FIEMG orientam coordenadores sindicais sobre alterações do Simples Nacional

    Leia

  3. Orquestra de Câmara SESIMINAS no Teatro da Assembleia

    Leia

  4. Iniciativa para incentivar setor energético em pauta no Conselho do IEL

    Leia

  5. Conselho Regional SENAI discute tecnologia e educação

    Leia

  6. Érika Machado apresenta o show de música e cores SuperUltraMegaFluu

    Leia

  7. SINDVEL assina acordo de cooperação com Taiwan

    Leia

  8. Programa de Fiscalização Ambiental Preventiva na Indústria é lançado na FIEMG

    Leia