Palavra do Presidente

09/11/2017

Indústria inovadora

por Olavo Machado Junior

Belo Horizonte se consolida, cada vez mais, como a capital brasileira do conhecimento. Participamos, na última semana, com enorme sucesso, da Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (FINIT), realizada no Expominas. Organizada pelo Governo de Minas Gerais e com participação maciça da indústria mineira e do Sistema FIEMG, a FINIT mostrou como boas ideias, com o apoio certo, podem se transformar em negócios que geram desenvolvimento econômico e grandes oportunidades para milhões de pessoas.

É esse apoio que o Sistema FIEMG oferece à indústria mineira por meio do Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) SENAI-MG, localizado no bairro Horto, em Belo Horizonte – um dos destaques da FINIT. Em um ambiente com infraestrutura e cientistas preparados para criar um laço definitivo entre pesquisa e necessidades das empresas do estado, o CIT reúne três Institutos de Inovação (ISI) – nas áreas de Engenharia de Superfícies, Metalurgia e Ligas Especiais, Processamento Mineral – e cinco de Tecnologia (IST) – nos setores de Alimentos e Bebidas, Automotivo, Metalmecânico, Meio Ambiente, Química.

Com 120 mil m² de área e quase 30 mil m² de construção, o CIT abriga também o Laboratório Aberto SENAI FIEMG, apresentado na FINIT com o Lab Truck, uma unidade móvel da unidade. O espaço voltado para o empreendedorismo e para o desenvolvimento criativo se destaca entre os melhores da rede SENAI em todo o Brasil.

O ambiente criado pelo Sistema FIEMG no CIT consolidou a sua vocação para abrigar ideias e pessoas voltadas para a inovação e para a tecnologia. A instalação de empresas no campus, em busca desse ambiente inovador, propicia o desenvolvimento de produtos de alta intensidade tecnológica. Também no CIT está instalado o escritório de engenharia da Embraer, onde são projetados partes, componentes e peças das aeronaves mais modernas do planeta.

Vizinhos da Embraer, dos ISIs e dos ISTs, a Biominas – uma das principais incubadoras de startups voltadas para o setor de ciências da vida do Brasil – e o CSEM Brasil, junto de sua spin-off Sunew, desenvolvem produtos inovadores dentro do CIT, como os filmes fotovoltaicos orgânicos, uma tecnologia avançada e limpa.

Em conjunto com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), e contando também com o financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Sistema FIEMG investe cerca de R$ 150 milhões no CIT. Administrado pela entidade desde 2011, o Centro integra o Sistema de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo (SITE), que criamos para fortalecer e agregar valor aos produtos da indústria mineira. A proposta é construir uma sólida ponte que una a pesquisa acadêmica às empresas.

O SITE lidera, de forma coordenada, uma rede de 14 centros de pesquisa e desenvolvimento nas cidades de Belo Horizonte, Contagem, Itaúna, Santa Rita do Sapucaí, Santo Antônio do Monte, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Nova Serrana, Ipatinga e Cláudio. Juntos, eles apoiam setores fundamentais da indústria mineira, como eletroeletrônico, moda, design, construção civil, fundição, metrologia, metalmecânico, calçadista, moveleiro, alimentos e bebidas.

Na FINIT, uma série de soluções desenvolvidas em unidades que integram essa rede de inovação e tecnologia foi apresentada a empresários, pesquisadores e investidores. Também participaram do evento internacional, com grande sucesso, projetos de impressão de roupas em 3D do SENAI Modatec – feitos em parceria com a grife mineira Plural e a startup participante do Laboratório Aberto, a 3D Lopes. Outras atrações da FINIT foram os projetos do Inova SENAI, além de robôs do SESI-MG e do SENAI-MG, que são usados por professores e instrutores como ferramentas para educação e formação profissional. Como destaques do ambiente de inovação e empreendedorismo mineiro, o Sistema FIEMG também apresentou na Feira os projetos P7 Criativo e FIEMG Lab.

O FIEMG Lab é o primeiro programa de aceleração de startups de uma Federação das Indústrias no país. A proposta é encontrar ideias disruptivas que transformem a economia mineira por meio da agregação de valor ao que é produzido em nosso estado. O P7 é a primeira agência de desenvolvimento da indústria criativa de Minas Gerais, uma parceria entre Sistema FIEMG, Governo do Estado, Sebrae Minas e BNDES. A sua primeira fase já conta com espaço próprio na capital mineira (Avenida Afonso Pena, 4.000). Até 2018, o P7  estará instalado na Praça Sete, no Edifício Bemge, projetado por Oscar Niemeyer em 1953 e considerado um marco da arquitetura moderna de Belo Horizonte. Ao todo, 27 andares e mais de 14 mil m² serão restaurados para criar, no hipercentro de BH, o epicentro da inovação e do empreendedorismo no estado.

O que vimos e apresentamos na FINIT, que recebeu mais de 75 mil visitantes, simboliza o esforço contínuo realizado pelo Sistema FIEMG, em parceria com a CNI, com as indústrias e com os sindicatos que as representam, para criar em Minas Gerais um ambiente inspirador e propício ao desenvolvimento de produtos com inteligência e valor agregados. Nesse sentido, contamos com o fundamental apoio do poder público, especialmente representado pelos governos estadual e federal. Será assim, com a união de todos e com a participação ativa da sociedade, que construiremos o futuro que projetamos para o Brasil, com geração de riqueza e qualidade de vida.

 

"(...) criar em Minas Gerais um ambiente inspirador e propício ao desenvolvimento de produtos com inteligência e valor agregados."

Palavra do Presidente

Olavo Machado Junior
Presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – Sistema FIEMG

Publicado no jornal Estado de Minas do dia 9/11/2017

Edições Anteriores

  1. Reforma da Previdência

    Leia

  2. Cidade do Conhecimento

    Leia

  3. Indústria inovadora

    Leia

  4. Educação de ouro

    Leia

  5. Minas Trend, Ano 10

    Leia

  6. Indústria sustentável

    Leia

  7. Mercados para a indústria

    Leia

  8. Energia ameaçada

    Leia


Confira artigos anteriores