Palavra do Presidente

12/10/2017

Minas Trend, Ano 10

por Olavo Machado Junior

O Minas Trend encerra o seu “ano.dez” consolidado como o maior salão de negócios da moda brasileira. A última edição, realizada de 3 a 6 de outubro, consagrou o trabalho sério e agregador da cadeia produtiva do setor em Minas Gerais. Criado em 2007, pelo então presidente da FIEMG, Robson Andrade, o evento completa sua primeira década como exemplo de união e luta por um objetivo comum: criar mercados relevantes em um setor fundamental para a economia de nosso estado.

Foi com esse foco que o Sistema FIEMG e os sindicatos representativos das indústrias da cadeia produtiva da moda mineira construíram o evento, que alia o lançamento de tendências e a realização de negócios. Em dez anos, a ideia na cabeça, o sonho no coração e a disposição para trabalhar do grupo de empresários obstinados em transformar o setor em Minas Gerais em um exemplo para o Brasil deram resultado. O Minas Trend é considerado hoje uma das principais plataformas de negócios da moda em toda a América Latina.

Nestes dez anos, ele foi sempre uma obra coletiva. Com esse modelo, solidário e participativo, manteve-se fiel ao compromisso de apoiar e fomentar a indústria da moda, aproximando estilistas, industriais e lojistas. Com a visão do companheiro Robson Andrade, hoje presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), demos início a um círculo virtuoso, que gera empresas revolucionárias em sua capacidade de inovar, gerar empregos de qualidade e agregar valor e prestígio ao produto mineiro.
A parceria perene que une a FIEMG e os sindicatos da cadeia produtiva da indústria da moda em Minas Gerais criou um evento capaz de ser reinventado e recriado a cada nova edição. A mudança no local de realização, do Alphaville Lagoa dos Ingleses para o Expominas, é exemplo dessa capacidade de nos moldarmos à acelerada transformação da sociedade e do mercado na última década.

Aumentamos a capacidade de receber expositores, marcas e de incentivar a inovação no setor. A feira de negócios dobrou de tamanho, saltando de 12 mil m² para mais de 25 mil m². Com ousadia e determinação, a cada ano, inovamos e abrimos espaço para mais marcas e mais estandes.

Ao longo desta primeira década de Minas Trend, tivemos uma média de 207 marcas participantes por edição, com visitação de mais de 10 mil pessoas a cada evento. Também, em média, recebemos mais de 3 mil compradores espontâneos, sempre interessados na qualidade dos produtos apresentados no evento. A FIEMG traz para o Minas Trend compradores internacionais – Argentina, Chile, EUA, México, Austrália, Alemanha, França, Itália, Inglaterra, China e África do Sul – que levam a moda mineira para os quatro cantos do planeta.

As duas edições realizadas neste ano, em abril e, agora, em outubro, foram batizadas de Minas Trend Ano.Dez. Em comum, ambas nos trouxeram uma animadora notícia: os salões de negócios estavam repletos de lançamentos e – mais importante – de compradores. As mesas de negociação dos estandes foram ocupadas por dezenas de pedidos tirados. Vale dizer: de oportunidades para milhares de empresas e de mineiros.

Falamos de uma cadeia produtiva gigantesca e fundamental para a economia de Minas Gerais. São quase 11 mil indústrias que movimentam o segundo setor que mais emprega em nosso estado, com mais de 132 mil trabalhadores dedicados a todos os segmentos: Têxtil e Vestuário, Bolsas, Calçados, Joias, Bijuterias e Acessórios.

Pela grandiosidade e importância do setor, contamos com o fundamental apoio de entidades que construíram o Minas Trend junto com a FIEMG. A CNI é exemplo disso. Parceira de primeira hora, a entidade acredita na força da cadeia produtiva da moda mineira para alavancar negócios em todo o país. Esse é também o compromisso do Sebrae Minas e do Governo de Minas Gerais, por meio da Codemig, que participam ativamente do evento, para promover o desenvolvimento do nosso estado, criando oportunidades em todas as regiões mineiras.

Agora, na segunda quinzena de outubro, voltamos as atenções para a cadeia produtiva do setor alimentício – sempre com o mesmo espírito empreendedor: realizar negócios e planejar o futuro do segmento. Entre os dias 17 e 19, também em Belo Horizonte, no Expominas, realizaremos o maior evento unificado dos setores supermercadista e panificador de Minas Gerais, a Superminas. A feira chega, em 2017, à sua 31a edição, com uma parceria bem-sucedida da Associação Mineira de Supermercados (AMIS) e do Sindicato e Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão), além do total apoio do Sistema FIEMG.

Ao todo, serão 400 expositores em uma área de 25 mil m² dedicados aos negócios. São empresários que honram a tradição do setor de gerar empregos e fazer girar a roda da economia. As padarias são, em muitos casos, porta de entrada para o mercado de trabalho de milhões de brasileiros. Presentes em todos os municípios, formam um segmento fundamental para o país. Em Minas Gerais, são 6,3 mil empresas, com faturamento aproximado de R$ 8,63 bilhões. Em todo o Brasil, são 64 mil estabelecimentos que empregam diretamente 850 mil pessoas.

Assim como na indústria da moda, incentivar os negócios nessa cadeia produtiva significa criar condições para que milhões de brasileiros possam viver com dignidade. Significa gerar empregos e abrir mercados para milhares de empresas. Significa, também, criar oportunidades para que Minas Gerais e o Brasil possam voltar a crescer de forma sustentável.

“(...) incentivar os negócios (...) significa criar condições para que milhões de brasileiros possam viver com dignidade. Significa gerar empregos e abrir mercados para milhares de empresas.”

Palavra do Presidente

Olavo Machado Junior
Presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – Sistema FIEMG

Publicado no jornal Estado de Minas do dia 12/10/2017

Edições Anteriores

  1. Minas Trend, Ano 10

    Leia

  2. Indústria sustentável

    Leia

  3. Mercados para a indústria

    Leia

  4. Energia ameaçada

    Leia

  5. E Minas, Senhor Presidente?

    Leia

  6. Salvemos o Refis!

    Leia

  7. Semestre decisivo

    Leia

  8. Dois Brasis

    Leia


Confira artigos anteriores