Notícias

Curso Liderança Sustentável capacita duas turmas

Evento atraiu empresários e profissionais da região

Promover nos líderes a reflexão para um cenário global de sustentabilidade, de novo modo de pensar e agir para que percebam como a forma de gestão tem se modificado e traz exigências em relacionamento com os vários públicos de interesse das empresas, tendo foco no equilíbrio entre a preocupação ambiental, social e econômica. Esse foi o objetivo do curso Liderança Sustentável, ministrado dentro do PCIR – Programa de Competitividade Industrial Regional e contou com a participação de empresários e profissionais do Alto Paranaíba, em duas turmas. O evento foi uma realização da Fiemg Regional Alto Paranaíba; do IEL (Instituto Euvaldo Lodi), por meio do PCIR; do Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil); do Sindivest (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário) e do Sindimetal (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico).

A instrutora foi a consultora de Projetos Sociais do SESI/FIEMG, Juliana Bahia. Ela destacou que, durante o curso, discutiu-se uma nova postura de gestão sustentável que proporciona maior competitividade, com relacionamentos mais éticos e com mais cuidados com os recursos naturais.

O curso propiciou uma reflexão dos comportamentos no dia a dia na condução das equipes. “Temos que ser líderes multiplicadores de valores e comportamentos. Percebemos que, ainda, existem líderes falhos no diálogo e no olhar para o desenvolvimento mútuo. E isso, influencia diretamente na produtividade da equipe que resulta em déficits para a própria indústria”, enfatizou.

A ideia é que os líderes tenham uma atuação baseada em resultados, com um olhar humano para o desenvolvimento de todos, visando o aumento do resultado empresarial. Segundo ela, foram aplicadas dinâmicas com situações em que os participantes conseguiram se inserir e perceber o quanto, ainda, precisam avançar para alcançar a gestão sustentável. “Como movimento global, a atuação sustentável não é uma tendência ou algo passageiro. Essa forma de gestão vai garantir a perenidade das indústrias em um mercado mais competitivo e que exige produção com menos recursos. Para o profissional, representa a necessidade de estar atento ao movimento do mercado, de forma a garantir a perenidade das indústrias e, principalmente, dele mesmo, no mercado de trabalho”, alertou.

Galeria