Notícias

Empresários de Patos de Minas e de Patrocínio participam de missão

Missão possibilitou encontros com representantes de usinas em Uberaba

Vinte e oito empresários dos setores metalmecânico e de construção civil de Patos de Minas e de Patrocínio participaram de uma missão empresarial para o município de Uberaba. A viagem foi parte do Programa de Encadeamento Produtivo do Setor Sucroenergético, realizado pelo SEBRAE, em parceria com o SIAMIG, a Petrobrás, o Sindimetal, o Sinduscon e usinas da região. Neste encontro, participaram quatro usinas, responsáveis por um terço da moagem de cana em Minas Gerais.

Os empresários tiveram a oportunidade de conhecer as demandas por produtos e serviços das usinas, em Uberaba. “Elas buscam fornecedores de serviços em municípios mais próximos, para fomentar o desenvolvimento na região, com a implementação de um planejamento logístico mais ágil e econômico. Atualmente, 90% dos prestadores de serviços para estas indústrias são do estado de São Paulo”, destacou o presidente do Sindimetal, Lisandro de Queiroz Bicalho. Segundo ele, a aproximação entre grandes usinas, pequenos e médios empresários do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba é fundamental para abrir novas perspectivas de negócios.

Ele salientou que é um mercado de grande potencial em diversos segmentos, com a exigência da disponibilidade em atender conforme a demanda e elevado padrão de qualidade. “Dentro do programa de Encadeamento Produtivo, os empresários que aderiram a ele já estão se qualificando para prestar os melhores serviços e, certamente, estarão aptos a se tornarem fornecedores para estas usinas e para outras indústrias da região”, acrescentou.

O presidente do Sinduscon, José Carlos Borges dos Reis também acredita no potencial para se gerar novos negócios, empregos e serviços para as indústrias da construção civil na região. “Notamos o interesse dos representantes das usinas em formalizar novas parcerias”, acrescentou. De acordo com ele, a apresentação direta das usinas, junto aos nossos empresários, demonstrou a grande demanda que possuem em diversos segmentos e as exigências para se tornar um fornecedor, em termos de qualificação, prazos e atendimento das demandas, com qualidade.

A coordenadora executiva do Sinduscon, Sindivest e Sindimetal, Michele Donato, destacou que para se tornar fornecedor, é fundamental que o empresário tenha uma boa gestão e uma produção suficiente para atender a demanda. “Registramos, também, o interesse das usinas em contratar produtos do setor do vestuário, cujos contatos foram repassados para a presidente do Sindivest, Teresinha Martins. Foi, realmente, uma missão muito interessante com possibilidades de novos negócios”, afirmou.

Galeria