Notícias

Sistema FIEMG promove capacitação em Solda para indústrias do setor metalmecânico

Foi uma ação conjunta do IEL/PCIR, Sindimetal, Senai e Regional Alto Paranaíba

Os profissionais das indústrias Montesme, Execon, Somotor, BRX Industrial, Trucks Hélio e Diferpam participaram do curso de Aperfeiçoamento em Soldagem a Arco Elétrico. A capacitação foi parte das ações de fomento ao setor metalmecânico, dentro de um alinhamento estratégico do PCIR (Programa de Competitividade Industrial Regional) do IEL (Instituto Euvaldo Lodi), do Senai, do Sindimetal e da Regional Alto Paranaíba.

O supervisor técnico do Senai de Patos de Minas, Guilherme Thyago Fernandes, informou que o objetivo foi mostrar, orientar e instruir os profissionais da soldagem nos ramos de caldeiraria e manutenção, sobre as principais técnicas, normas de qualidade e segurança, conhecimentos específicos dos processos de soldagem a arco elétrico (Eletrodo Revestido, MIG – MAG e TIG).

O instrutor do Senai, Antenor de Oliveira, repassou orientações sobre inspeção, regulagem e manutenção nos equipamentos de soldagem visando redução de custos do consumo dos gases, consumíveis e energia elétrica. O conteúdo abordou ainda noções sobre acidentes e doenças decorrentes da exposição aos riscos existentes nos processos de soldagem.

Segundo Guilherme, o curso foi adaptado aos serviços que eles executam, de acordo com a expertise da região. “O intuito é melhoria técnica, trazendo economia de materiais como gás e eletrodos; diminuindo o custo e aumentando a competitividade das empresas. A melhoria, também, traz mais qualidade à execução do serviço, fazendo com que o produto tenha melhor acabamento”, acrescentou.

O industrial Bertoni Matos, da Diferpam Estruturas Metálicas e Calderaria, observou que dos participantes dessa primeira turma, houve o melhor entendimento do processo de soldagem; da fusão e dos parâmetros que influenciam as características da solda, de acordo com suas inúmeras aplicações. Ele salientou ainda que houve, também, um aprendizado sobre a regulagem das máquinas, o uso dos insumos utilizados por esta: gases, energia elétrica, arames de solda que, por serem itens de alto custo, a adequada regulagem para os diferentes tipos de solda implicam, diretamente, na redução do custo e ganho de produtividade. “Todos receberam muito bem o treinamento e mostraram interesse em novos módulos, de forma que possam evoluir em bases teórica e prática”, complementou.

A coordenadora do Sindimetal (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico), Michele Donato, enfatizou que essa capacitação proporcionou o aperfeiçoamento de 40 profissionais, no próprio ambiente de trabalho. “O curso trouxe o que há de mais moderno em relação à solda e disseminou técnicas de aproveitamento de material. Um ganho para o profissional que tem o seu trabalho valorizado e para a indústria que possibilita essa capacitação, com um custo subsidiado pelo PCIR/IEL”, comentou.

No dia 03 de abril, teve início a terceira turma do Curso de Solda, oportunidade em que novos 20 profissionais serão aperfeiçoados para atender as indústrias Empa Estruturas Metálicas, Açomont, Brazcar e Trucks Alair - todas associadas ao Sindimetal Patos de Minas.

Galeria