Notícias

Fenova espera movimentar mais de R$ 25 milhões em novos negócios

20ª edição da feira apresenta 105 expositores, totalizando mais de 200 marcas de calçados

A Fenova – Feira de Calçados de Nova Serrana foi aberta oficialmente na manhã de ontem (15), pelo Presidente do SINDINOVA – Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana, Pedro Gomes da Silva. A solenidade aconteceu no Centro de Convenções da cidade e contou com a presença do Presidente do Sistema FIEMG, Olavo Machado Júnior, o Presidente da Regional Centro-Oeste, Afonso Gonzaga e do Pontal do Triângulo, Adson Marinho, os vice-presidentes da FIEMG, Aguinaldo Diniz e Alberto Salum (licenciado), a Superintendente Executiva da FIEMG, Ângela Furtado, os Diretores Regionais do SESI-MG, Lúcio Sampaio e do SENAI-MG, Cláudio Marcassa, os Secretários de Estado da Fazenda, José Afonso Bicalho, e o Ouvidor Geral de Minas Gerais, Wadson Ribeiro, além de lideranças políticas regionais, empresários e lojistas.

A 20ª edição da feira, que vai até quinta-feira (17) atraiu 105 expositores, apresentando mais de 200 marcas. De acordo com o Presidente do SINDINOVA - Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana, Pedro Gomes da Silva, a previsão de negócios é superior a R$ 25 milhões, no mínimo 10% acima da última edição. “A Fenova consagra-se como um importante roteiro de negócios, reconhecido como o maior do setor em Minas e um dos maiores do Brasil. Produzimos calçados com qualidade, design e preços competitivos, que fazem a diferença nos pontos de venda Brasil afora”, pontuou o empresário.

A feira apresenta as coleções primavera-verão 2018 para lojistas, representantes comerciais e importadores de vários estados do país. Para o Presidente do Sistema FIEMG, Olavo Machado Júnior, o Polo Calçadista anda na contramão das crises e demonstra a vocação das indústrias locais em atrair novos negócios e o interesse e atenção de autoridades do Estado. “Nova Serrana apresenta resultados de crescimento em meio à turbulência econômica nacional e comprova sua importância no cenário econômico do país. O SINDINOVA está de parabéns por mais este grande evento”, endossou.

O Polo de Nova Serrana é o terceiro maior do país, depois de Novo Hamburgo (RS) e Franca (SP), o que, na opinião, do Ouvidor Geral de Minas Gerais, Wadson Ribeiro, na ocasião, representando o Governador do Estado, Fernando Pimentel, é de suma importância, uma vez que, que ao contrário do movimento que ocorre no país, que tem sido o aumento do desemprego e uma diminuição da participação da indústria no PIB, a cidade cresce a uma taxa significativa e contribui com a geração de emprego. “Nova Serrana se constitui para o Estado de Minas um Polo muito dinâmico que contribui para a retomada do crescimento econômico do Estado”, finalizou.

Formado por 12 municípios, o Polo de Nova Serrana reúne cerca de 1,2 mil fábricas de calçados que produzem 105 milhões de pares por ano e geram mais de 40 mil empregos (20 mil diretos e 22 mil indiretos). Para o Presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste, Afonso Gonzaga, os números comprovam a competência industrial e de gestão de Nova Serrana e do SINDINOVA, que se mantém em crescimento, mesmo em um momento de insegurança para a economia do país. “Mais uma vez, o SINDINOVA está de parabéns por promover novos negócios, contribuir com a geração de emprego e renda e com o crescimento econômico do Estado e do país”, finalizou.

  IMG_9883.JPGIMG_9816.JPG

Gracielle Castro

Analista de Comunicação

FIEMG Regional Centro-Oeste