Notícias

Lean Manufacturing é apresentado ao setor confeccionista na FIEMG

O setor terá oportunidade de aderir ao Lean através do SebraeTec com subsídio de 80%

A metodologia Lean Manufacturing, que pode ser traduzida como manufatura enxuta foi criada basicamente para combater o desperdício na produção através de técnicas adequadas para otimizar a produtividade. Atualmente, é difundida pelo mundo corporativo como peça fundamental para a sustentabilidade das empresas.

O SEBRAE – Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, em parceria com o SINVESD – Sindicato da Indústria do Vestuário de Divinópolis apresentou o programa para empresários do setor confeccionista da região, na manhã de ontem (27), na Sede da FIEMG Regional Centro-Oeste. O setor terá oportunidade de aderir ao Lean através do SebraeTec, programa do SEBRAE que leva inovação para micro e pequenas empresas, com subsídio de 80%.

A apresentação foi feita pela Gerente Administrativo do Instituo de Competências Empresariais, Luciene Alves da Silva. Em sua exibição, a palestrante destacou que um dos conceitos do Programa Lean é a excelência e as melhores práticas em todo o ciclo produtivo através da eficiência de equipamentos, redução de perdas, aumento de produtividade, melhoria de qualidade nos produtos e processos, aumento da performance operativa dos sistemas de produção, entre outras ações. “O programa concentra-se em identificar o que agrega e o que não agrega valor aos produtos, processos e serviços e concentrar esforços para eliminar o máximo daquilo que não agrega”, explicou.

Luciene falou ainda dos princípios importantes e desafiadores que precisam estar em evidencia para o sucesso do programa, entre eles, a contribuição e envolvimento constante das pessoas que trabalham na empresa e o envolvimento da alta direção. “O Lean não é um projeto, é um modo de trabalhar, é preciso mudar a cultura da empresa para a melhoria contínua”, defendeu.

Para o Presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste, Afonso Gonzaga, as empresas devem aproveitar todo portfólio de programas disponibilizados pelas entidades de classe, com objetivo de agregar valor ao negócio e aumentar sua competitividade. “FIEMG, SEBRAE e SINVESD juntos, através de projetos, produtos, subsídios e ações de capacitação podem contribuir com o fortalecimento do setor confeccionista e promover o desenvolvimento econômico regional”, enfatizou Gonzaga.

O Lean tem duração de 4 a 5 meses e a estimativa é de um aumento médio de 41% na produtividade das empresas participantes. As confecções interessadas em aderir ao programa devem procurar o SEBRAE-MG, em Divinópolis.

 

Gracielle Castro

Analista de Comunicação

FIEMG Regional Centro-Oeste