Notícias

A Indústria bem representada na Expoagro 2017

Durante a feira de negócios, a FIEMG apresentará a rotina de uma Indústria, seu portifólio de produtos e serviços e parceria com Sindicatos Patronais e divulgará o Movimento Nova 381

Difundir as tecnologias geradas ou adaptadas com maiores possibilidades de utilização, custo acessível e metodologia de fácil aplicação específicas ao setor de laticínios; mobilizar os visitantes para assinarem o manifesto de apoio à duplicação da BR 381; oferecer capacitação e orientações da cadeia produtiva da indústria e apresentar os produtos e serviços disponíveis para industriais e industriários, em parceria com os Sindicatos Patronais, será o objetivo da FIEMG Regional Rio Doce durante os 10 dias da Expoagro.

A proposta durante a feira de negócios é fortalecer a Indústria Valadarense e da região, apresentando soluções que a torne mais competitiva e sustentável.

Para isso, a FIEMG, através do Programa de Competitividade Industrial Regional (PCIR) em parceria com o Sebrae Minas, Instituto de Laticínios Cândido Tostes, Epamig, União Ruralista Rio Doce e Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce, traz um dos mais bem-sucedidos projetos de transferência e difusão de tecnologia: a Via Lactea Miniusina.

O projeto do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, que pertence à Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), tem o objetivo de demonstrar todo o processo de  beneficiamento de leite, desde a sua recepção, incluindo os processos de pasteurização, fabricação de queijo frescal, muçarela, iogurte, bebida láctea até a realização de análises laboratoriais para o controle da qualidade dos produto. Além disso, serão oferecidos dias 12 e 13 de julho, de 14h às 18h, cursos gratuitos de fabricação de queijos e iogurte.

Outra ação é a mobilização das pessoas para a duplicação da BR 381, buscando incentivar a população a assinar virtualmente o manifesto, para que a rodovia BR, entre os municípios de Belo Horizonte e Governador Valadares, tenha seu trajeto alterado, seja ampliado o número de vias e sejam melhoradas as condições de tráfego, para dar aos viajantes e às comunidades entorno mais segurança, conforto e economia.

Do ponto de vista social, a duplicação da BR é mais que fundamental e urgente, na exata medida em que se converteu, ao longo dos últimos anos, em palco de grandes e graves acidentes, a ponto de ser chamada “rodovia da morte”.

Estarão também apresentando seus produtos, os associados dos Sindicatos das Indústrias do Vestuário (Sinvest/GV), do Mobiliário (Sim/GV) e da Alimentação (Sindal/GV).

Na programação, não poderia faltar a presença da Indústria Salgadinhos Click, oferecendo entretenimento para os participantes. Anualmente a empresa participa da feira, apresentando seus produtos que são distribuídos a todos.

A presidente da Regional Rio Doce, Rozâni Azevedo, informou que a FIEMG enxerga o agronegócio como indutor do desenvolvimento industrial regional, por isso, a importância de participar da Expoagro, como uma oportunidade de representar e, ao mesmo tempo, fortalecer a indústria.

A feira, ao longo das suas edições, tem proporcionado bons negócios para os empresários rurais, estimulado o setor produtivo, gerando emprego e renda no município, oferecendo lazer e entretenimento para a comunidade.

 

PCIR

O Programa de Competitividade Industrial Regional (PCIR), executado pelo Sistema FIEMG, por intermédio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), possui como principal objetivo aumentar a competitividade das indústrias inseridas nas cadeias produtivas mais dinâmicas do Estado, por meio do fortalecimento das regionais FIEMG.

Na região do Vale do Rio Doce, o programa identificou cinco setores como dinamizadores, em função da sua capacidade de desenvolver oportunidades dinâmicas para a economia: carnes, confecção, laticínios, rochas ornamentais e sucroenergético.

Galeria