Notícias

Escola Móvel de Artesanato capacitou 75 pessoas

Oficinas de Patchwork Embutido, Bonecas de E.V.A e Patch Apliqué foram oferecidas à comunidade

Resultado da parceria entre FIEMG Regional Rio Doce, Sesi e Senai e a Prefeitura de Governador Valadares, em comemoração aos 80 anos da cidade, durante esta semana, setenta e cinco pessoas foram capacitadas em oficinas de artesanato dentro da carreta da Escola Móvel estacionada em frente à FIEMG.

Três diferentes oficinas foram disponibilizadas gratuitamente: o patchwork embutido é uma técnica que consiste na colagem de tecido em base de isopor e mdf. É a técnica mais prática de patchwork, que não utiliza costura.

A boneca de E.V.A, outra oficina de fácil produção, foram construídas com materiais de valor acessível e podem ser utilizadas para várias finalidades, como decorar casamentos, festas infantis e onde a imaginação permitir.

Já o patch apliqué, a última oficina, consiste em pedaços de tecidos que se complementam formando outras imagens e formas. No patch apliqué os retalhos são colados e não se utiliza costura.

Para a professora Cristiane de Souza, a experiência foi importante para levar para a sala de aula novas técnicas aprendidas. “Foi uma vivência diferenciada e que enriqueceu ainda mais as técnicas e habilidades para compartilhar com nossos alunos. Parabéns à FIEMG e à Prefeitura por essa ação incentivadora de renda. Aprovei e quero mais”, afirmou.

A presidente da FIEMG Regional Rio Doce, Rozâni Azevedo, comemorou os resultados. “Ficamos muito contentes com a participação e procura da comunidade pelos cursos. A instrutora Sonja também elogiou o trabalho das turmas e a participação de todos. Não poderíamos ter outro presente melhor para a cidade, nessa semana em que completamos 80 anos de emancipação”, disse a presidente.

Por meio dessas iniciativas a FIEMG Regional Rio Doce busca incentivar a profissionalização e fomenta a atividade artesanal como meio de geração e renda, que, aliada à inclusão social, estão entre os objetivos do Programa Escola Móvel SESI/SENAI.

Foto de Capa: Léo Moraes

Galeria