Notícias

Presidente da FIEMG Regional ZM e prefeito de Juiz de Fora visitam obras de futuras instalações SESI/SENAI

Cerca de 40 milhões serão investidos pelo Sistema FIEMG na nova unidade que poderá atender 2.400 alunos

O presidente da FIEMG Regional Zona da Mata, Francisco Campolina, e o prefeito municipal de Juiz de Fora, Bruno Siqueira, visitaram, no dia 13 de julho, as obras de implementação da Rua Francisco Romanelli, que liga a Rua Henrique Burnier e a Rua Coronel Vidal, e também o terreno das futuras instalações da escola SESI/SENAI que será construída na cidade, no bairro Mariano Procópio. Também acompanharam a visita, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, João Matos; o gerente regional SESI/SENAI, Marcelo Leal; e o diretor das unidades SENAI Juiz de Fora, Vander Montesse.

As obras da via foram executadas pelo Sistema FIEMG, uma vez que a rua havida sido projetada inicialmente para passar dentro do terreno adquirido pela entidade para a construção da nova unidade de ensino. O remanejamento da rua contou com o apoio da Prefeitura e possibilitou a fusão do terreno.

A nova escola SESI/SENAI terá capacidade para atender 2.400 alunos, do ensino fundamental II, ensino médio articulado e ensino profissionalizante, e deverá gerar centenas de postos de trabalho. A nova unidade será direcionada também para o ramo de alimentação e poderá contar com um laboratório específico, capaz de certificar a qualidade da matéria-prima adquirida pelas indústrias do ramo, como a M Dias Branco. O foco será em automação industrial, preparando profissionais extremamente úteis nas indústrias de alimentação de ponta. Os investimentos nessa primeira fase chegam a 11 milhões. Ao todo, o empreendimento contará com um aporte de cerca de 40 milhões para ser finalizado.

O prefeito Bruno Siqueira agradeceu a parceria da FIEMG e reconheceu a importância da implantação da nova unidade SESI/SENAI e os ganhos que trará para a cidade. O presidente da FIEMG Regional, Francisco Campolina, lembrou que o empreendimento irá elevar o fluxo de pessoas na região durante todo o dia, impactando diretamente os setores de comércio e serviços, e que os novos os postos de trabalho já começam a ser gerados com o início da execução das obras, que devem durar aproximadamente 3 anos.

3-DSCN0343.JPG