Notícias

Zona da Mata tem mais 502 alunos formados pela Escola Móvel SESI/SENAI

Presidente da FIEMG Regional Zona da Mata prestigiou solenidade de entrega dos certificados realizada em Muriaé

 O programa Escola Móvel SESI/SENAI certificou mais 502 alunos na Zona da Mata. Dessa vez o município atendido foi Muriaé, onde o programa teve início em 7 de março, ofertando 532 vagas, que foram 100% preenchidas.

A cerimônia de formatura foi realizada dia 5 de abril, no Muriaé Tênis Clube, e contou com a presença de familiares dos alunos, do presidente da FIEMG Regional Zona da Mata, Francisco Campolina; da gerente da escola móvel SESI/SENAI, Joana d’ Arc Furtado; do prefeito municipal de Muriaé, Ioannis Konstantinos, do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Relações Institucionais, Carlos Margno de Oliveira, e demais convidados, que lotaram a solenidade.

Cursos como pedreiro de alvenaria assistente, eletricista predial assistente, mecânico de motos assistente, costureiro assistente, confeiteiro, atendimento ao cliente, auxiliar administrativo, entre outros, foram oferecidos gratuitamente à população. Antes mesmo de completarem o curso, muitos alunos já conseguiram emprego formal, enquanto outros optaram por empreender, gerando renda para suas famílias e o município.

O presidente da FIEMG Regional Zona da Mata, Francisco Campolina, ressalta que o programa Escola Móvel SESI/SENAI é um dos maiores projetos sociais do Sistema S no Brasil. “Tudo isto é possível, porque a indústria, por meio da FIEMG, investe para melhoria de Minas Gerais, trabalhando principalmente o ser humano, e o preparando para o trabalho e geração de renda”, destaca.

Inclusão social

Em sua passagem por Muriaé, a escola itinerante comprovou também ser inclusiva. Detentos da penitenciária da cidade e menores infratores, indicados pela Promotoria, também foram capacitados pelo programa e, ao aprenderem um ofício, terão melhores chances de emprego quando estiverem em liberdade.

Além disso, um novo curso de Mecânico de Automóveis já está previsto para ser ofertado na penitenciária de Muriaé, também através do programa Escola Móvel, no período de 8 de junho a 7 de julho de 2017.

A gerente da escola móvel do SESI/SENAI, Joana d’ Arc Furtado, afirma que a escola mais uma vez cumpriu seu lema de transformar ofícios em profissões e contribuir com o resgate da cidadania. “É um orgulho para nós poder ver, a cada dia, a mudança efetiva na vida de cada um que quer ter uma profissão e que fez a opção pelo caminho certo: o da educação profissional”, revela.

Galeria