Notícias

Encontro reúne especialistas em tribologia

O objetivo é aumentar a competitividade da indústria baixando custos com manutenções

A tribologia, ciência que estuda a interação entre superfícies em movimento relativo, vem ganhando notoriedade nas empresas. A busca pela competitividade impulsiona as indústrias a buscar soluções de baixos custos de manutenção. Para discutir sobre o tema, o Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Superfícies, em parceria com a empresa Bruker, promoveu o I Workshop de Tribologia para a indústria, no dia 07/06, em sua sede, no Horto, em Belo Horizonte.

Segundo a pesquisadora do ISI em Engenharia de Superfícies, Karyne Juste, o objetivo do workshop é abordar assuntos relacionados à tribologia – atrito, desgaste e lubrificação - e discutir como esses conceitos podem ser empregados em pesquisas aplicadas voltadas para o desenvolvimento de produtos e melhorias de processos na Indústria. “O intuito é mostrar que há inúmeras possibilidades de alcançar, por exemplo, aumento de eficiência energética, aumento de produtividade e redução do custo de manutenção através de soluções para redução do atrito e aumento de resistência ao desgaste. Hoje nós contamos com a participação de pesquisadores no evento para nos apresentar estudos que têm sido realizados nos setores de metalúrgico e mineração”, explica.

Segundo o pesquisador Jimmy Penagos do Instituto de Tecnologia Vale, no caso da mineração é fundamental em áreas de grandes desgastes de componentes que trazem perdas econômicas muito significativas. “Temos muitos equipamentos na moagem do minérios que são submetidos a condições muito  severas de desgaste. Qualquer melhoria que diminua desgastes significa economia de recursos, pelos volumes de materiais empregados na empresa”, explica.

O engenheiro ministrou a palestra sobre desgaste de metal duro para aplicações em mineração. “Esse material usa carbeto de tungstênio e uma matriz de cobalto. Em tribologia temos uma rotina de identificação e acompanhamento de desgastes de componentes para buscar melhorias. Nesse caso específico da moagem do minério, o desgaste é devido à corrosão e abrasão. Uma solução para esses desgastes pode extrapolar seu uso para outras áreas que tenham o mesmo mecanismo de desgaste”, diz.

O I Workshop de Tribologia para a Indústria reuniu representares da UFMG, PUC-SP/MG, da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Usiminas, Technip (francesa), Embraer, Vallourec, Bekaert, Technium (norueguesa), Instituto de Tecnologia Vale (ITV/Vale), Aperam e Bruker.

Galeria

Últimas notícias

  1. WorldSkills: Competidor de MG representará o Brasil no mundial

    Leia

  2. Escolas SESI E SENAI funcionarão em dias de jogos da Seleção Brasileira

    Leia

  3. Produção de rejeitos é um dos desafios da indústria extrativa

    Leia

  4. Indústria está de olho nas inovações formuladas nas escolas do SENAI

    Leia

  5. FIEMG certifica participantes do Programa Engenheiro Empreendedor

    Leia

  6. Engenheiro Empreendedor apresenta novos projetos

    Leia

  7. ISTA&B constata alta qualidade do azeite mineiro

    Leia

  8. ABRAVA realiza o 3º Workshop de Comissionamento de Instalações em Minas Gerais

    Leia