Notícias

Está aberto o Minascon 2017

Maior evento unificado da cadeia produtiva da construção em Minas Gerais acontece até o dia 13/09, em Uberlândia

A 14edição do Minascon, realizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), em parceria com a FIEMG Regional Vale do Paranaíba e os sindicatos da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), da Indústria da Construção Civil do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Sinduscon-TAP) e da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais (Sicepot-MG), foi oficialmente aberta em cerimônia realizada no dia 11/09, no Center Convention de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Em um evento com a presença de autoridades estaduais e locais, os empresários da cadeia produtiva da construção civil e pesada em Minas Gerais debateram sobre os cenários político e econômico do Brasil. 

É a primeira vez que o Minascon acontece fora da capital mineira, em um esforço de desecentralização do evento, para a promoção de negócios em todo o estado de Minas Gerais. O presidente da FIEMG, Olavo Machado Junior, destacou a relevância desse novo modelo para o evento. “Uberlândia é a melhor escolha para dar início a essa fase, pela vocação natural ao empreendedorismo e inovação. É terra de ousadia e as grandes empresas nascidas na região são provas concretas e históricas disso”, acrescentou. 

O presidente do Sinduscon-TAP, Pedro Spina, destacou os grandes números desta edição do Minascon. São 80 estandes de empresas da cadeia produtiva da construção, uma mostra de máquinas pesadas para o setor, dois concursos – A Ponte e de de TCCs, com participação maciça de estudantes das universidades e escolas do estado –, a presença da Escola Móvel SESI-MG SENAI-MG e de uma unidade móvel do SENAI-MG, além de uma diversificada programação técnica. “O Minascon é uma referência e uma vitrine para as empresas da região. Geraremos negócios e fomentaremos ainda mais os segmentos da construção mineira”, afirmou. 

A criação de novas oportunidades de negócios foi lembrada pelo presidente da Câmara da Indústria da Construção da FIEMG, Luiz Fernando Pires. “Criamos mercado para as empresas mineiras, em um evento que cobre todas as etapas produtivas, da concepção de projetos à entrega do produto final, passando pelas universidades e especialistas”, destacou. 

O prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, enalteceu a realização do Minascon 2017 no município. “É uma obra conjunta, uma construção da sociedade, do meio empresarial e de seus colaboradores. O poder púbico quer ser facilitador para que o evento aconteça mais vezes aqui na cidade”, comemorou. 

Convênios e protocolo de intenções 

Durante a solenidade de abertura do 14° Minascon, o Sistema FIEMG e o Plano de Amparo Social Imediato (PASI) assinaram um acordo “guarda-chuva”, para que os sindicatos da indústria mineira possam contar com o produto da empresa – seguro personalizado para atendimento às convenções coletivas de trabalho. “Tenho certeza, será um diferencial para a indústria mineira e para as nossas entidades de classe empresariais, que oferecerão um produto importante para o empresariado”, pontuou Machado Junior. 

O Sistema FIEMG assinou ainda um Protocolo de Intenções com a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e o Sinduscon-MG. O termo estabelece que os três estabelecerão cooperação institucional para o desenvolvimento de projetos como o “Álvara na Hora”, o “Banco de Terras”, o “Sistema de Gerenciamento online de licenciamento ambiental” e a construção de indicadores de desempenho institucional. Os esforços são para a melhoria do ambiente de negócios no setor da construção civil e pesada em Minas Gerais. 

O presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, destacou o trabalho parceiro como fator de sucesso para o desenvolvimento dessas ações. “É assim em diversos projetos que a Codemig tem a oportunidade de conduzir junto com o Sistema FIEMG, como a revitalização dos Distritos Industriais do estado, o P7 Criativo e o Minas Trend, onde a Companhia também é parceira”, disse. 

Cenário político-econômico 

A abertura do Minascon 2017 contou com palestra do economista Claudio Frischtak. Ele traçou um panorama para os próximos dois anos no Brasil, destacando aspectos positivos, pontos de atenção e oportunidades de desenvolvimento. “O cenário que prevemos é de crescimento para este ano e para 2018, com aposta de desinflação, aumento real de renda da população e redução sustentável dos juros”, afirmou. Em 2017, aposta em crescimento do PIB brasileiro em 1% e para os 12 meses seguintes, 3%. 

Frischtak destacou os problemas fiscais do país como uma questão-chave para que esse crescimento se transforme em algo sustentável para depois de 2018. “É preciso solucionar esse rombo, reduzindo a relação dívida bruta-PIB”, pontuou. Para o economista, a saída desse buraco só será viável com investimento privado. “Com os juros menores, isso fica, naturalmente, mais viável”, disse. 

Ele destacou os investimentos em infraestrutura como parte importante do esforço para a construção de um país em um caminho de desenvolvimento sustentável de mais longo prazo. As áreas destacadas como de maior possibilidade de entrada de capital privado, pelas oportunidades existentes, são, na visão de Frischtak, saneamento e transporte. 

Também fizeram suas leituras do cenário político-econômico do Brasil o superintendente-regional do Trabalho e Emprego em Minas Gerais, João Carlos Gontijo de Amorim, e o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, João Carlos Martins. Ambos destacaram a importância da Reforma Trabalhista para a modernização das relações entre empregados e empregadores e para a retomada do desenvolvimento no país. 

Homenagens 

O presidente da FIEMG, Olavo Machado Junior, foi homenageado durante a solenidade de abertura do Minascon 2017 pela Câmara de Vereadores de Uberlândia. Os parlamentares aprovaram, por unanimidade, uma Moção de Aplauso ao industrial e ao presidente da FIEMG Regional Vale do Paranaíba, Evérton Magalhães Siqueira, pela realização do evento no município. 

Durante a solenidade, Siqueira ainda apresentou ao presidente da FIEMG o primeiro projeto para a construção de uma nova sede para a Regional Vale do Paranaíba, em Uberlândia. Acompanhado dos presidentes de sindicatos da região, ele mostrou a proposta a Machado Junior e aos candidatos à presidência da Federação a partir de maio de 2018, Alberto Salum e Flávio Roscoe.

Veja também:

Produtividade para o canteiro de obras

Cerâmica Vermelha é destaque em ciclo de palestras durante o Minascon 2017

Empresários da construção debatem Reforma Trabalhista

Soluções para destravar o Brasil

Galeria

Últimas notícias

  1. Por uma indústria mais inovadora

    Leia

  2. Projeto vai ajudar empresas mineiras a adequar suas embalagens para exportação

    Leia

  3. Futuro da bacia do Rio Doce é tema de painel na Exposibram

    Leia

  4. Fórum RH: O Futuro do Trabalho

    Leia

  5. Empresários de Nova Serrana visitam CIT SENAI FIEMG

    Leia

  6. ISI em Metalurgia e Ligas Especiais é credenciado pela Embrapii

    Leia

  7. Alunos do SENAI participam de aula sobre mudança de sinal analógico de TV para digital

    Leia

  8. FIEMG e FIEB: Sinergia em inovação e tecnologia

    Leia