Notícias

FIEMG e FAEMG trabalharão juntas na área de alimentos

As instituições assinaram um protocolo de intenções para oferta conjunta de serviços

Instituto SENAI de Tecnologia em Alimentos e Bebidas (ISTA&B) do Sistema FIEMG assinou um Protocolo de Intenções com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG), para a oferta conjunta de serviços.  

A iniciativa vai possibilitar a realização de estudos de avaliação de risco para o queijo minas artesanal, para subsidiar a proposição de medidas mitigatórias pelos órgãos competentes e a oferta de serviços integrados de controle de microorganismos patogênicos em sistemas de produção de carnes.

"A parceria se justifica pela interdependência existente, pois nós, da indústria de alimentos, dependemos de agricultores e pecuaristas, que são os nossos fornecedores de matéria-prima. É imprescindível que a indústria de alimentos esteja atenta ao que acontece 'da porteira pra dentro' já que, por exemplo, um leite de baixa qualidade não tem como resultar em um bom queijo”, diz a diretora do Instituto, Regina Sugayama.

Essa visão sistêmica ou "production-to-consumption" está alinhada às diretrizes da Organização das nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) para segurança alimentar.

O superintendente técnico da FAEMG, Altino Rodrigues Neto, ressaltou que a parceria será benéfica principalmente para os pequenos produtores de queijo. “Os produtores precisam fazer análises e pesquisas. Laboratórios demandam grandes investimentos. Encontramos no SENAI toda a infraestrutura e expertise necessária para atender os produtores”, diz.

Sete microrregiões produtoras se destacam quando o assunto é queijo artesanal com certificação de origem: Araxá, Campos das Vertentes, Cerrado, Serra da Canastra, Serra do Salitre, Serro e Triângulo Mineiro.

Os laboratórios do ISTA&B foram inaugurados no último dia 29 de novembro. O setor gera mais de 160 mil empregos diretos em cerca de 6.400 estabelecimentos, o que evidencia sua importância para Minas Gerais. Os serviços prestados pelo Instituto contribuem para a regularização de indústrias e aumento da conformidade de produtos à legislação em vigor, contribuindo para a competitividade da indústria mineira.  São laboratórios com um rigoroso sistema de gestão da qualidade ISO 17025, serviços de consultoria, projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, além de uma Planta Piloto, no qual a indústria pode desenvolver novos produtos ou aplicações. Para os próximos dois anos, o Instituto tem por meta obter o credenciamento das autoridades federais e estaduais para realização de ensaios em amostras oriundas de programas oficiais e, para tanto, está trabalhando arduamente na implantação e validação de métodos. Esses métodos são fundamentais para que o Instituto possa, também, realizar os ensaios nos programas de autocontrole das indústrias.

 

 

 

Últimas notícias

  1. Alunos de processamento de carnes concluem curso

    Leia

  2. Empresa mineira é destaque em premiação do Programa Brasil Mais Produtivo

    Leia

  3. Alunos do SENAI de São João del Rei ganham segundo lugar em competição nacional

    Leia

  4. Alunas do SENAI Modatec participam do Brasil Fashion

    Leia

  5. Parceria beneficia mercado automotivo

    Leia

  6. Em defesa dos interesses da indústria

    Leia

  7. Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG inaugura dois institutos

    Leia

  8. Do SENAI MG para o mundo

    Leia