Notícias

Institutos SENAI de Inovação têm avaliação positiva

Maturidade dos processos e trabalhos das instituições foi analisada por meio de metodologia alemã

Os três Institutos SENAI de Inovação, instalados no Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG, em Belo Horizonte, passaram por avaliações de maturidade que mostraram bom desenvolvimento dos processos e trabalhos das instituições em 2016. As avaliações, feitas pelo Departamento Nacional do SENAI e pelo Instituto de Fraunhofer, da Alemanha, são norteadoras dos trabalhos dos institutos. Elas foram realizadas entre os dias 05 e 08 de junho.  

Os Institutos Senai de Inovação (ISI) atingiram um nível de maturidade considerado bom para instituições com apenas três anos de funcionamento, elas começaram a atuar em 2013. Conforme a avaliação de maturidade ou Maturity Check, o ISI Metalurgia e Ligas Especiais atingiu o nível 4c, em uma escala de níveis que vai até 9. O ISI Processamento Mineral foi classificado em 4b e o ISI Engenharia de Superfície em 4a. 

O processo de avaliação realizado pelos alemães e pelo Departamento Nacional do SENAI verifica a situação atual do instituto em termos financeiros e de gestão. O objetivo é coletar informações e com elas enquadrar o instituto em uma escala de maturidade em que cada nível possui requisitos que devem ser cumpridos, anualmente, para se manter ou progredir. A partir dos resultados será traçado um plano de ação para melhorar os pontos que não conseguiram atingir as metas.  

Galeria

Últimas notícias

  1. P7 Criativo é lançado em BH e promete fomentar economia criativa do estado

    Leia

  2. Festividade no SINDUSCON Lagos em benefício de instituições sociais

    Leia

  3. SIPROCIMG reúne-se no SENAI Paulo de Tarso

    Leia

  4. Novas tecnologias para uma nova educação

    Leia

  5. Minas Pela Paz entre as melhores ONGs do Brasil

    Leia

  6. CIEMG, COEP Contagem e Instituto Posso Mais orientam jovens para o mercado

    Leia

  7. Teatro SESIMINAS lotou na premiação do Festival SESI de Literatura

    Leia

  8. Tecnologia de plasma pode aumentar a eficiência de peças automotivas

    Leia