Eventos

Diálogos no acervo do SESI Museu de Artes e Ofícios

Intervenção da cena contemporânea no acervo do Museu, por Patrícia Leite

Obra inédita da artista mineira Patrícia Leite será exposta no SESI Museu de Artes e Ofícios a partir desta terça-feira, dia 12 de setembro, integrando a exposição “Um atrapalho no Trabalho (apud Paulo Leminski) – Diálogos no acervo do Museu de Artes e Ofícios”.

O lançamento do trabalho de Patrícia na exposição será acompanhado de uma conversa pública entre a artista e o curador Rodrigo Moura, a partir das 19h da terça, no Museu de Artes e Ofícios.

Patricia Leite foi aluna de Amilcar de Castro e é bacharel em desenho e gravura pela Escola de Belas Artes da UFMG. A artista é conhecida por organizar seus quadros a partir de imagens que carregam dois adjetivos que não naturalmente se alinham à tradição abstracionista que marcou sua trajetória pregressa: apropriadas e fotográficas. É a relação com estas imagens que tem decidido a constituição de suas telas, compostas de grandes massas de cor, obtidas pela sobreposição de camadas de delgada tinta a óleo.

O trabalho que será exposto no Museu foi feito especialmente para a mostra “Um Atrapalho no Trabalho”. São seis pinturas a óleo sobre madeira, com a temática: Pássaros que sobrevivem ou que migram para a cidade

O Museu de Artes e Ofícios é dotado de um dos mais singulares acervos no que ser refere à relação do ser humano com o trabalho. A proposta de fazer uma série de intervenções de artistas contemporâneos no display permanente de seu acervo é, assim, um fértil campo para pensar novas relações entre objetos e narrativas no contexto da cidade.

Até o final da exposição, que vai se estender até o início de dezembro, serão incorporados mais dois ou três trabalhos de artistas da cena contemporânea.

 

Veja o mapa