Notícias

Benefícios da Ergonomia nas empresas

Reunião do Conselho Regional do SESI debate projetos voltados para o bem-estar do trabalhador

As doenças osteomusculares são o segundo maior motivo de afastamento de trabalhadores, de acordo com dados da Previdência Social. A ergonomia, ciência que estuda e analisa os fatores de risco que causam esse tipo de enfermidade, é uma das ferramentas mais indicadas para ajudar a minimizar esse cenário. O Sistema FIEMG, por meio do Centro de Referência em Ergonomia do SESI, iniciou um trabalho em parceria com a instituição Holandesa TNO nesse sentido.

O método utilizado nas empresas holandesas foi adaptado para ser aplicado nas indústrias brasileiras. Segundo a gerente do Centro de Referência em Ergonomia do SESI, Carla Aparecida Sirqueira, o primeiro passo é o reconhecimento do problema. “A empresa precisa identificar que tem o problema e que ele é prejudicial ao trabalhador e à produção. A partir da identificação do risco, começamos a implementar as melhorias”, explicou. O projeto piloto está sendo realizado MRS Logística e será levado a outras empresas do estado. A iniciativa foi apresentada durante reunião ordinária do Conselho Regional do SESI, na sede da FIEMG, em Belo Horizonte, no dia 12 de junho.

Os conselheiros conheceram também os detalhes da Rede SESI de Virtudes, apresentados pela gerente de Educação do SESI, Maria Conceição Caldeira. Iniciada em fevereiro desse ano, a campanha de combate ao bullying envolve 13 mil estudantes de 34 escolas do SESI em Minas Gerais. Foram criados 12 personagens inspirados na série Pokémon, sendo que cada um representa uma virtude. Eles são inseridos em uma dinâmica de reflexão coletiva. Estão representadas, por meio dos personagens: a paciência, respeito, solidariedade, perseverança, justiça, honestidade, compaixão,  gratidão, generosidade, tolerância, gentileza e a lealdade. Os temas são trabalhados em sala de aula e junto aos familiares dos alunos e à comunidade.

O 4º Prêmio SESI de Literatura foi outro projeto apresentado durante a reunião. A gerente de Cultura do SESI, Rute Assis, explicou que a premiação está dividida em duas categorias: prosa e verso. Serão selecionados 15 de cada categoria, que irão compor um livro. Esse ano estão inscritos 625 participantes, sendo 41% industriários, 41% jovem aprendiz e18% dependentes diretos (filhos e cônjuges). Também se inscreveram 72 empregados do Sistema FIEMG (esses não concorrem aos prêmios). O 1º colocado receberá R$ 6 mil, o 2º colocado R$ 4 mil e o 3º colocado R$ 3 mil. A festa de premiação será realizada em 05 de agosto, no Teatro SESIMINAS, em Belo Horizonte.

Galeria

Últimas notícias

  1. Presidente da CNI, Robson Andrade, recebe Colar do Mérito Industrial

    Leia

  2. No Dia da Indústria, Temer anuncia queda de impostos sobre combustíveis e cobra corte no ICMS

    Leia

  3. Governador critica política de preços da Petrobras

    Leia

  4. Flávio Roscoe toma posse e lança novos desafios para a indústria de Minas

    Leia

  5. Industrial do Ano, Otávio Viegas se destaca por inovações no diagnóstico por imagem

    Leia

  6. Medalha do Mérito Industrial: reconhecimento por benefícios gerados às comunidades e à economia

    Leia

  7. Dia da Indústria 2018 presta homenagens e marca início de nova gestão na FIEMG

    Leia

  8. Bailarina do SESI representa Barbacena em festival em Joinville

    Leia