Produtos

Organização Mundial da Saúde

Propõe: "No Dia Mundial da Saúde e por todo o ano de 2017, vamos conversar sobre depressão."

Saúde é sempre uma questão de equilíbrio. Entre as condições ambientais e de trabalho e as pessoas, e do organismo em suas múltilpas funções. Desde o combate a microorganismos, as questões alimentares, as práticas esportivas até o equilíbrio mental e comportamental. Saúde mental é estar bem consigo mesmo e com as pessoas que fazem parte da sua vida. É conseguir lidar com o estresse natural do dia a dia, adotando atitudes saudáveis. A ansiedade, a insônia e até mesmo a depressão podem ser prevenidos e tratados. Contudo, neste último caso, a condição emocional e psíquica em que uma pessoa se encontra não deve ser menosprezada. Muitas vezes, a depressão é tomada como uma tristeza que perdura, como se algumas atitudes e pensamentos felizes fossem suficientes para "espantá-la".

A Organização Mundial da Saúde está liderando uma campanha global, de um ano de duração, sobre a Depressão. Nesta importante data, o dia Mundial da Saúde, a OMS propõe: "Depressão. Vamos conversar". O objetivo é que pessoas no mundo todo busquem — e obtenham — ajuda para o mal que assola o globo. A depressão é a principal causa de adoecimento e incapacitação no mundo todo.

Existem mais de 300 milhões de pessoas vivendo deprimidas no mundo. Isso representa um aumento de 18% entre 2005 e 2015.

E a falta de suporte para pessoas com desordens psíquicas associada ao medo de estigmatização, impede que muitos acessem o tratamento para voltar a ter uma vida saudável e produtiva.

No topo da lista de causas do adoecimento, a depressão afeta pessoas de todas as idades, de todas as classes, de variados estilos de vida e em todos os países. 

Ela causa angústia mental e impacta a habilidade das pessoas de lidar com as tarefas mais simples do dia a dia, com consequências devastadoras para o relacionamento com a família e amigos e para a capacidade de ganhar o próprio sustento. No pior estágio, a depressão pode levar ao suicídio. Entre 15 e 29 anos, principalmente, é um risco considerável entre os acometidos pela doença.

A boa notícia é que a doença pode ser prevenida e tratada.

Compreender o que é a depressão e como melhor proceder ajuda a reduzir o estigma social e leva mais pessoas a procurar ajuda.

Eventos e atividades, tanto interpessoais quanto online, são excelentes meios de estimular a discussão e a ação.

Depressão. Vamos conversar.


O que é depressão
A depressão é uma doença caracterizada por tristeza permanente e perda de interesse em atividades que se aprecia, por vezes acompanhadas de alteração de apetite, fraqueza, dor física, insônia, falta de concentração e inabilidade para lidar com atividades diárias por pelo menos duas semanas. Algumas vezes, com incidência de pensamentos suicidas.

Objetivo da Campanha
Levar o maior número de pessoas que sofrem de depressão a falar com um membro da família, amigo ou profissional médico sobre o que está passando. Ou em grupos maiores, escolas, locais de trabalho ou organizações sociais. Na grande mídia, em blogs, mídias sociais. Ainda que não se tenha certeza se o seu caso ou o de um alguém próximo se trata ou não de depressão. O grande desafio é vencer as barreiras e o estigma. 

Falar com pessoas em quem você confia pode ser o primeiro passo da recuperação da depressão.

OMS disponibiliza um aplicativo da Campanha.

O SESI, há 70 anos se dedica à saúde dos trabalhadores da indústria, seus familiares, os estudantes da Rede SESI de Educação e a sociedade nas áreas em que atua, propondo campanhas, projetos e prestação de serviços. Desde ações relativas à Segurança e Saúde no Trabalho, alimentação saudável, cuidados médicos e odontológicos até práticas de esporte e inúmeras atividades físicas e de bem-estar, que contribuam para a integridade física e mental e garantam mais qualidade de vida às pessoas.

Assim, o SESI também toma parte na importante causa de vencer o silêncio que rodeia e prolonga a doença, se engajando na Campanha da OMS e propondo que conversemos todos sobre a depressão, a fim de alterarmos positivamente esse quadro.

Cuidando da Saúde Mental:

- Momentos de lazer ajudam a gerenciar o estresse;
- Mudar rotinas mantém o cérebro em postura de aprendizado;
- Hábitos mais saudáveis diminuem o risco de doenças e de tensão;
- Conversar ajuda a refletir melhor sobre os desafios e descobrir saídas;
- Caso precise, procure um profissional da saúde;
- Algumas pessoas podem necessitar de medicação, que deve ser sempre prescrita por um profissional médico;
- Investir em atividades que lhe proporcionem prazer pode melhorar o humor, a produtividade e os relacionamentos.

whd2017motherport.jpg whd2017teacherport.jpg whd2017womenindoorsport.jpg America-04-por.jpg whd2017womenoutdoorsport.jpg