Notícias

Micro e pequenos empresários se preparam para mudanças no regime tributário

Os produtores de bebidas alcoólicas poderão finalmente optar pelo Simples Nacional

Representantes dos setores de cachaça e de cerveja participaram de um seminário, respectivamente nos dias 18 e 19/12/2017, promovido pelo Sindicato das Indústrias de Cerveja e Bebidas em Geral do Estado de Minas Gerais (SINDBEBIDAS), para debater as mudanças no Simples Nacional e na legislação trabalhista.

As alterações incluem desde o aumento de limites para inclusão de empresas até novas tabelas de enquadramento e alíquotas progressivas. O regime do Simples estabelece um tratamento diferenciado, permitindo que microempresas e empresas de pequeno porte possam recolher impostos por meio de uma única guia.

No caso dos microempreendedores individuais (MEIs), o teto de faturamento será de R$ 81 mil por ano (antes era de R$ 60 mil). O limite das micro e pequenas empresas que era de R$ 3,6 milhões passa para R$ 4,8 milhões.

Com as mudanças, os produtores de bebidas alcoólicas poderão finalmente optar pelo Simples Nacional. No encontro os empresários tiveram o auxílio de especialistas para saber se a opção pelo simples pode ser feita e se ela vale à pena. Existem casos em que aderir ao Simples pode não ser vantajoso para o negócio.

Na palestra sobre modernização da legislação tributária também foram abordados os principais aspectos da reforma trabalhista e o impacto das mudanças no dia a dia dos associados.

Últimas notícias

  1. Ministro debate Reforma da Previdência na FIEMG

    Leia

  2. Campanha da FIEMG alerta para importância da contribuição sindical

    Leia

  3. A 1ª Boníssima Run será no dia 21 janeiro

    Leia

  4. Economia supera recessão

    Leia

  5. FIEMG fecha 2017 com balanço positivo de ações para sindicatos

    Leia

  6. Amipão sorteia carro e máquinas de café

    Leia

  7. Abinee faz balanço do ano

    Leia

  8. PCIR lança Perfil Industrial do Polo Calçadista de Nova Serrana e Região

    Leia