Notícia

Água: gestão sustentável

Sinduscarne-MG, FIEMG, Copasa e IGAM realizam workshop “O Papel da Indústria para a Gestão de Recursos Hídricos”

A crescente demanda por água para abastecer a população e assegurar o desenvolvimento de todas as atividades econômicas constitui um desafio na gestão dos recursos hídricos. Diversificar as fontes de fornecimento da indústria e de outros setores da economia pode auxiliar em muito na busca da tão desejada segurança hídrica.

Pensando nessa demanda, o Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Carnes e Derivados e do Frio de Minas Gerais (Sinduscarne-MG), a FIEMG, por meio da Gerência de Meio Ambiente, a Copasa e o IGAM realizaram, dia 8/6, o workshop “O Papel da Indústria para a Gestão de Recursos Hídricos”. O evento on-line foi voltado para os associados ao sindicato.

Para Dylton Lyzardo Dias, presidente do Sinduscarne-MG, a gestão do uso da água é um grande desafio. “A água é de vital importância para nossa sobrevivência e não é novidade que temos que usar de maneira consciente. Mas como preservar esse recurso tão importante? Como usar de maneira consciente? A crescente demanda de água constitui um desafio na gestão dos recursos hídricos. Diversificar a fonte para indústria pode auxiliar muito a busca pela segurança hídrica. Estaremos sempre empenhados nessa direção”, pontuou.

Preservação para o futuro

O diretor-geral do IGAM, Marcelo da Fonseca, avaliou o encontro como uma boa oportunidade para compartilhar informações sobre a gestão estadual dos recursos hídricos. "É um recurso limitado, com demanda crescente e precisamos trabalhar de forma conjunta para efetivação da nossa política que tem objetivo de garantir água para a geração atual e para as futuras”, disse.

Na mesma direção, o gerente de Meio Ambiente da FIEMG, Wagner Costa, defendeu o diálogo entre setor produtivo e público. “O setor cárneo é grande usuário de água. A indústria de bebidas depende dela como matéria-prima e como insumo, pois faz parte do produto e é essencial para a higienização, por exemplo. Para vocês, mais do que custo, temos que falar de valor, pois se faltar água não tem processo produtivo”, reforçou Costa.

O evento contou ainda com a apresentação de especialistas do IGAM, FIEMG e Copasa que falaram sobre procedimentos para a regularização do uso dos recursos hídricos, a regularização de uso de outorga de direito de uso de recursos hídricos, cobrança pelo uso da água em Minas Gerais e do PRECEND.

Últimas notícias

  1. SENAI-MG desenvolve curso de construção e operação de impressoras 3D

    Leia

  2. “O Plano de Investimentos da CEMIG Distribuição”

    Leia

  3. Ação solidária do SESI Barbacena arrecada mais de uma tonelada de produtos para o Hospital Ibiapaba

    Leia

  4. Linhas de financiamentos e de apoio à projetos de inovação

    Leia

  5. FIEMG doa câmaras frias para Capinópolis e Ipiaçu

    Leia

  6. Indicativos de como atuar em um futuro próximo

    Leia

  7. Flávio Roscoe participa do Fórum de Minas para discutir desenvolvimento estadual

    Leia

  8. FIEMG realiza debate sobre reforma tributária

    Leia