Notícia

Câmara da Indústria de Base Florestal da FIEMG promove reunião

No encontro foram debatidas pautas relevantes para o setor industrial

A Câmara da Indústria de Base Florestal da FIEMG se reuniu, de forma virtual, nesta quinta-feira, 9/9. O encontro foi aberto pelo seu presidente, Fausto Varela Cançado, que contextualizou o momento político e econômico que o país vem enfrentando. O empresário ressaltou que a harmonia entre os três poderes é fundamental para a democracia e para a continuidade da retomada econômica do país.  

Os economistas da Gerência de Economia e Finanças Empresariais da FIEMG, Izak Carlos Silva e Marcos Marçal, apresentaram, para os membros do colegiado, o Boletim e Conjuntura Econômica dos setores de Base Florestal. De acordo com Silva, no primeiro semestre de 2021 a demanda por papel e celulose continuou aquecida nos mercados externo e doméstico. O avanço global da vacinação e a consequente aceleração da atividade econômica global fundamentam a retomada nas exportações do setor, principalmente de papel cartão para a Europa e para os Estados Unidos. Já no mercado doméstico, a expansão do consumo doméstico, o aumento das vendas no e-commerce e o crescimento das exportações, principalmente de proteínas e frutas, são um direcionador para o aumento da produção e venda de embalagens.  

Segundo Marçal, no primeiro semestre de 2021 a produção brasileira do setor de metalurgia registrou alta de 26,3% frente a igual período de 2020 influenciada pelas atividades de fundição e siderurgia. Em Minas Gerais, a produção cresceu 20,2% com influências positivas das produções de ferronióbio de placas de aço, de bobinas e de fio máquina. A pesquisa revela que com os bons números apresentados, as empresas do setor indicaram investimentos para os próximos meses, com modernização de plantas produtivas e retomada da utilização de capacidade instalada e de unidades paralisadas nos últimos anos.  

Ingrith Cristina Machado Gonçalves, da Gerência de Tecnologia e Educação para a Indústria, falou sobre o projeto SENAI 4.0, que tem como objetivo posicionar a entidade no contexto da 4ª Revolução Industrial, disponibilizando para a Indústria: mão de obra qualificada; consultorias especializadas; aplicação das novas tecnologias e desenvolvimento tecnológico e inovação. Gonçalves colocou à disposição o recém-inaugurado Centro de Treinamento e Desenvolvimento da Indústria 4.0 do SENAI. Na unidade podem ser encontrados especialistas e equipamentos que vão desde qualificar a mão de obra dos profissionais que conduzirão esse processo dentro das fábricas até a pesquisa de soluções estratégicas para a nova revolução industrial. O Centro é o único espaço no país dedicado exclusivamente à tecnologia 4.0 e com o pensamento voltado para as necessidades da nossa indústria. Em um local único, a indústria mineira e brasileira irá contar com todo suporte do SENAI-MG para implantar a jornada 4.0, através de serviços de consultoria tecnológica, de desenvolvimento e de testes de soluções integradoras. 

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) também foi pauta no encontro. Ana Paula Brandão, coordenadora de proteção de dados da FIEMG, explicou que Lei n°. 13.709 (LGPD), que dispõe sobre a proteção de dados pessoais no Brasil, já está em vigor e as empresas precisam alterar os seus processos e adotar algumas medidas para ficarem em conformidade com as determinações legais. Há sanções e multas administrativas para quem violar os cumprimentos previstos. Para que as empresas estejam em conformidade com a legislação, a FIEMG, em parceria com a empresa ICTS Protiviti, lançou a trilha de conhecimento intitulada “LGPD na prática: do planejamento à execução”. Inteiramente gratuita e utilizando a abordagem “faça você mesmo”, a proposta visa que as empresas aprendam de forma prática, à medida que forem avançando nas etapas, como se adequar às exigências da LGPD. Clique aqui e conheça.   

Últimas notícias

  1. Programa Economia Circular da FIEMG é desenvolvido em indústrias em Montes Claros

    Leia

  2. Uma nova geração preparada para o futuro

    Leia

  3. Mais celeridade na certificação de fogos de artifício

    Leia

  4. Representante do Brasil na União Europeia realiza palestra para empresários mineiros

    Leia

  5. Otimismo dos industriais permanece, mas em menor intensidade

    Leia

  6. SESI promove VI Seminário de Segurança e Saúde de Juiz de Fora

    Leia

  7. Presidente da Apex-Brasil visita a FIEMG

    Leia

  8. Soluções para o setor automobilístico do país

    Leia