Notícia

Construção apresenta baixo dinamismo, mas expectativas seguem positivas

Pesquisa registrou queda mais intensa da atividade e do número de empregados em maio, frente a abril

A Sondagem da Indústria da Construção de Minas Gerais registrou queda mais intensa da atividade e do número de empregados em maio, frente a abril. O nível de atividade das empresas ficou bem inferior ao usual para o mês, sugerindo que o setor continua com baixo dinamismo.

Apesar do fraco desempenho da construção, houve melhora, na comparação mensal, das perspectivas dos empresários mineiros quanto à atividade, às compras de matérias-primas e às contratações para os próximos seis meses. Vale destacar, entretanto, que os índices de expectativas vêm oscilando mês a mês, após terem atingido patamares mais elevados no início do ano. As intenções de investimento recuaram pela segunda vez consecutiva e registraram o menor nível em 2019.

Desempenho da indústria da construção mineira - O indicador de atividade da Construção caiu 2,8 pontos na comparação com abril (45,7 pontos) e marcou 42,9 pontos em maio. O  resultado revelou queda mais intensa da atividade no mês, ao distanciar-se dos 50 pontos – fronteira entre recuo e elevação. O índice mostrou pequeno aumento, de 0,2 ponto, na comparação com maio de 2018 (42,7 pontos), e foi o mais elevado para o mês em cinco anos.

O  indicador  de  atividade  em  relação  à usual decresceu  7,0 pontos entre  abril  (33,9 pontos) e maio (26,9 pontos), e seguiu apontando nível de atividade inferior ao habitual para o mês. Frente a maio de 2018 (25,2 pontos), o índice avançou 1,7 ponto.

O indicador de evolução do número de empregados recuou 0,7 ponto em relação a abril (43,4 pontos), registrando 42,7 pontos em maio. Com a queda, o índice apontou retração mais acentuada do emprego. O indicador também foi inferior ao apurado em maio de 2018 (43,3 pontos).

Expectativas da indústria da construção mineira - Os índices de expectativa demonstram a percepção dos empresários com relação à evolução do nível de atividade, dos novos empreendimentos e serviços, da compra de insumos e matérias-primas e do emprego para os próximos seis meses. Valores acima de  50 pontos apontam expectativas de elevação.

Os empresários da Construção estimam que o nível de atividade irá aumentar nos próximos seis meses. Contudo, o indicador – que chegou a atingir 60,8 pontos em fevereiro – oscilou ao longo do primeiro semestre e registrou 53,4 pontos em junho, valor mais próximo do nível neutro dos 50 pontos. O índice avançou 3,3 pontos frente a maio (50,1 pontos) e 8,0 pontos em relação a junho de 2018 (45,4 pontos), quando as expectativas foram seriamente impactadas pela greve dos caminhoneiros.

Em linha com a perspectiva de crescimento da atividade, os construtores esperam avanço das compras de insumos e matérias-primas, com índice de 52,2 pontos em junho. O indicador aumentou 1,4 ponto na comparação com maio (50,8 pontos) e 6,8 pontos frente a junho de 2018 (45,4 pontos), e foi o melhor para o mês em sete anos.

Após ficar abaixo dos 50 pontos em maio, o índice de novos empreendimentos e serviços voltou a apontar expectativa de crescimento para os próximos seis meses, registrando 51,7 pontos em junho. O indicador cresceu 2,0 pontos em relação a maio (49,7 pontos) e 8,7 pontos frente  a junho de 2018 (43,0 pontos), e foi o maior para o mês em sete anos.

O índice de evolução do número de empregados aumentou 2,6 pontos entre maio (51,2 pontos) e junho (53,8 pontos). Esse foi o sétimo mês consecutivo em que os empresários anteciparam elevação do emprego nos próximos seis meses. O indicador ficou 8,3 pontos acima do verificado em junho de 2018 e foi o melhor para o mês desde 2012 (61,0 pontos).

Intenção de investimento - O índice de intenção de investimento caiu 3,4 pontos frente a maio (37,8 pontos) e marcou 34,4 pontos em junho, o menor nível registrado em 2019. Por outro lado, o indicador avançou 6,2 pontos em relação a junho de 2018 (28,2 pontos) e foi o mais elevado para o mês em cinco anos.

Últimas notícias

  1. Minas Trend aponta para o futuro com novo diretor-criativo

    Leia

  2. FIEMG Competitiva realiza workshop em parceria com SINDUSCOM Barbacena

    Leia

  3. Sindivestu oferece treinamento ‘Blindagem Empresarial Trabalhista’

    Leia

  4. Presidente da FIEMG Regional ZM recebe Comenda da Associação Comercial

    Leia

  5. Exército vem a Belo Horizonte conhecer trabalhos desenvolvidos no CIT

    Leia

  6. FIEMG participa da 31ª edição da Expo Usipa

    Leia

  7. ICEI aponta confiança pelo 10° mês consecutivo

    Leia

  8. União de esforços para a geração de emprego e renda é meta de Tadeu Monteiro

    Leia