Notícia

Empresas da construção pesada conhecem alternativas energéticas sustentáveis

Evento virtual foi realizado pelo Sicepot-MG, FIEMG e Cemig SIM

Empresas associadas ao Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de Minas Gerais (Sicepot-MG) puderam conhecer as vantagens de construir sua própria usina solar e quais são os planos de energia solar por assinatura na live Energia Solar, realizada dia 13/4. Na oportunidade, representantes da Cemig SIM apresentaram projetos que trazem economia, benefícios ambientais e outras possibilidades aos empresários.

De acordo com Sandra Ferreira, representante do Sicepot-MG, a parceria pode render bons frutos para a produtividade dos associados. “A proposta pode contribuir na economia, na questão ambiental e nos negócios. Acho interessante o próprio Sicepot fazer uso dessa fonte de energia. Nos colocamos à disposição para esclarecer dúvidas e agradeço por poder contar sempre com a parceria da FIEMG e da Cemig”, reforçou Ferreira.

Usina Solar

cemig-sim.jpeg

Gustavo Salume, da Cemig SIM – braço da Cemig que nasceu com o propósito de fornecer soluções em energia de modo sustentável para melhorar a vida cotidiana das pessoas, apresentou a opção de projetos que contam com a construção de uma usina solar.

“É hora de economizar, oferecer oportunidades e projetos para que o cliente tenha benefícios com uma energia limpa e 100% renovável. É possível uma redução de até 95% na fatura de energia, o aumento da qualidade, a redução da exposição ao aumento da tarifa, a utilização de uma energia limpa e renovável, redução da emissão de CO2, além da valorização do imóvel”, pontuou Salume. 

Segundo ele, a equipe da Cemig SIM instala a usina fotovoltaica, que vai gerar energia para consumo próprio do empreendimento, com garantia de performance. “Entregamos o projeto com tudo que precisa ser realizado para colocar em funcionamento e você passa a consumir essa energia”, sinalizou.

Já os consórcios de geração distribuída foram apresentados por André Dias. O consórcio é uma modalidade compartilhada que traz economia para as empresas que não desejam fazer investimento. “De forma rápida é possível fazer a adesão. Você vai alugar uma área de fazenda solar e essa energia vai para sua rede. Essa modalidade também tem grandes vantagens. A adesão é toda digital e já no segundo ciclo de energia é possível receber a compensação. Tem um baixo impacto ambiental, descontos significativos e não há investimentos, é assinar e receber a compensação”, explicou Dias.

A analista de projetos da Assessoria de Energia da FIEMG, Aline Neves, fez a condução do encontro e ressaltou que as modalidades são muito benéficas para as empresas e que aqueles que tiverem interesse em investir em uma usina solar, por exemplo, contam com linhas de créditos muito atrativas. “A FIEMG tem convênios, com as melhores taxas, com o BDMG, BNDS e Sicoob Credfiemg. Podem nos acionar para fazer o levantamento do valor do crédito. Se não sabe qual é o projeto, vamos fazer o orçamento e posteriormente fazer também as simulações financeiras”, contou Neves.

 

Últimas notícias

  1. Rentabilidade de setor de obras industriais pode seguir em queda neste ano

    Leia

  2. FIEMG promove rodada virtual de negócios internacionais

    Leia

  3. Venha fazer bons negócios comprando direto da indústria

    Leia

  4. Inovação e tecnologia para a indústria automobilística com DNA brasileiro

    Leia

  5. O desenvolvimento socioeconômico como alavanca para a preservação ambiental

    Leia

  6. Alunos se preparam para o Torneio SESI de Robótica FLL - Regional MG

    Leia

  7. Workshop Impactos do PDL Horário

    Leia

  8. Últimos dias para se inscrever nos cursos da Escola SENAI para o Audiovisual

    Leia