Notícia

Faturamento real da indústria tem queda de 4,7%

Pesquisa mostra que este é o pior desempenho desde janeiro de 2011

Segundo a pesquisa Indicadores Industriais de Minas Gerais (INDEX), realizada pela área de Economia do Sistema FIEMG, o começo do ano foi marcado pela paralisação parcial das atividades extrativas minerais no estado. A pesquisa mostra a queda de 4,7% no faturamento real da indústria geral (indústria de transformação + indústria extrativa). Esse resultado é o pior desempenho desde janeiro de 2011. O decréscimo é justificado pelo recuo de 52,6% da indústria extrativa.

O INDEX também mostra que os índices gerais de emprego (0,4%), massa salarial (1,2%) e rendimento médio real (0,9%) caíram. Entretanto, houve aumento nas horas trabalhadas na produção da indústria geral (1,1), resultado decorrente do avanço na indústria da transformação.

Outro desafio para as indústrias mineiras são os impactos, diretos e indiretos, da interrupção parcial de atividades extrativas mineiras. As incertezas quanto à aprovação e abrangência de reformas estruturais, como a da Previdência, também são pontos de atenção para o setor.

Realizado pela gerência de Estudos Econômicos da FIEMG, o INDEX pesquisou 203 empresas em janeiro de 2019. Para acessar a pesquisa completa, CLIQUE AQUI.

 

Últimas notícias

  1. Decisão liminar suspende pagamento da Taxa de Incêndio em Minas Gerais

    Leia

  2. Índice de Confiança do Empresário Industrial marca a terceira queda mensal seguida

    Leia

  3. Espaço Usiminas de Arte recebe exposição do acervo do SESI MAO

    Leia

  4. Selecionadas as 50 Startups que serão aceleradas no FIEMG Lab 4.0

    Leia

  5. Empresários do Norte de Minas conheceram as ações do projeto FIEMG Competitiva

    Leia

  6. Workshop Compliance Ambiental

    Leia

  7. De malas prontas para a Turquia

    Leia

  8. Previdência: reforma ou falência?

    Leia