Notícia

Integrantes da Embaixada da Coreia do Sul fazem nova visita à FIEMG

Federação atua para atrair investimentos e viabilizar parcerias com o país oriental

Millena Rezende Santos/ Divulgação/ FIEMG

A construção de relações entre países é um processo gradual. Ela é viabilizada, entre outras formas, com encontros que geram a confiança necessária para o estabelecimento de parcerias. É com base nessa premissa que a FIEMG recebeu, na última quinta-feira (25/11), mais uma visita de representantes da República da Coreia do Sul - dessa vez, do adido comercial da Embaixada. Cerca de uma semana antes, na quarta (17/11), o Embaixador sul-coreano, Kimo Lim, também havia estado na sede da Federação, em Belo Horizonte.

Como explica o consultor de Negócios Internacionais da FIEMG, Alexandre Brito, o segundo momento de interação entre a entidade e a equipe técnica da Embaixada foi proveitoso. "Entre os assuntos abordados, podemos destacar os interesses de cooperação nas áreas de mineração, metalurgia e geração de energia renovável. Nos colocamos à disposição para futuros projetos de cooperação", afirmou o especialista.

Segundo ele, a FIEMG reforçou que, embora a Coreia tenha feito investimentos no Brasil (como a Companhia Siderúrgica do Pecém - a CSP, no Ceará), os principais aportes não estão localizados em Minas, estado que oferece variadas facilidades e possibilidades para o país oriental. A Coreia tem presença no Brasil por meio de empresas como a Samsung e a LG em Manaus, no Amazonas; de negócios financeiros, e da fábrica da montadora de automóveis Hyundai, ambos em São Paulo.

Outro tema abordado no encontro com o adido comercial foi a questão da negociação de um possível acordo de livre comércio entre o Mercosul e a Coreia do Sul. Por fim, os representantes sul-coreanos reafirmaram a possibilidade de realização de um seminário sobre oportunidades em Minas, já no próximo ano. O assunto já havia sido adiantado pelo próprio Embaixador.

Também na ocasião da visita de Kimo à FIEMG, em 17/11, a superintendente da Assessoria Estratégica e Internacional da FIEMG, Martha Lassance, enfatizou que as parcerias internacionais são construídas gradativamente. "A única coisa é que, às vezes, o brasileiro acha que essas coisas acontecem (rapidamente): a pessoa vem aqui hoje e amanhã cedo já tem acordo. Não é assim. É um processo devagar a construção de relação com o exterior, ainda mais com o oriental. Mas a gente está dando os passos", disse.

Minas e Coreia do Sul

As relações bilaterais entre Minas e a Coreia do Sul são intensas. Somente em 2020, o estado exportou 345,8 milhões de dólares ao país asiático; e importou 170,5 milhões (com saldo comercial positivo de 175,2 mi). Já a relação Brasil e Coreia do Sul tem saldo comercial negativo: nosso país exportou 3,7 bilhões para a Coreia; mas importou 4,5 bilhões de lá (saldo comercial de - 0,8 bilhões).

Entre os produtos exportados por Minas, 80% são compostos por minério de ferro, ferro-ligas, e café. Além desse trio principal, o estado vendeu soja, milho, álcool etílico (vol. 80%), algodão cru, açúcar in natura, hidrogênio, farelo de soja, barras de ferro laminado a quente, laminados largos de aço inoxidável, barras de aço, ceras vegetais, e hidróxidos de amônio quaternários.

Já em relação aos produtos adquiridos por Minas, 65% deles são compostos por reagentes de laboratório, soros e vacinas e circuitos integrados. Por fim, completam a lista: equipamentos de navegação, instrumentos médicos, papel de fibra de celulose, poliacetais, ácidos monocarboxílicos acíclicos saturados, equipamentos de raios-X, peróxidos de sódio ou potássio, laminadores de metais, ferramentas manuais intercambiáveis, produtos laminados de ferro revestidos, peças para veículos, e discos para gravação de dados digitais.

Últimas notícias

  1. Negócios presentes e futuros entre Minas e Itália são tema de seminário na FIEMG

    Leia

  2. Sindimalhas-MG arrecada R$ 200 mil e 40 mil máscaras para atingidos pelas chuvas

    Leia

  3. Empresário, participe, até dia 31 de janeiro, da pesquisa Missão Carbono Zero

    Leia

  4. Investimentos do setor extrativo mineral são apresentados na FIEMG

    Leia

  5. Projeto Compre Bem FIEMG Virtual em parceria com a Vale tem mais de 200 empresas inscritas

    Leia

  6. FEMUR 2022 reúne lojistas de todo o Brasil e marca a retomada econômica do setor moveleiro

    Leia

  7. Planejamento e Controle da Manutenção é tema de treinamento da FIEMG Zona da Mata

    Leia

  8. Ano começa com Índice de Confiança do Empresário Industrial em alta

    Leia