Notícia

Mineiro economiza mais ao abastecer o carro com Etanol

Uso do combustível em Minas Gerais cresceu 70% em 2018

Abastecer carro com Etanol se tornou uma fonte de economia para o consumidor em relação aos preços elevados da gasolina, segundo o Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool no Estado de Minas Gerais - SIAMIG  . De acordo com pesquisa realizada pelo  Instituto Mauá de São Paulo, o etanol pode chegar a uma paridade de até 75% frente à gasolina. "A regra dos 70% (dividir o preço do etanol pelo da gasolina na bomba)  é apenas uma convenção.  A nossa orientação é que o consumidor faça a conta do próprio veículo e saiba qual combustível é mais econômico para seu carro", informa Mário Ferreira Campos Filho, presidente do Sindicato. 

Mário explica que um dos motivos para a vantagem competitiva do produto no estado é o fato de que Minas Gerais, sendo um grande produtor, consegue proporcionar uma maior oferta no mercado.

Outro fato, aponta o líder empresarial, é a alíquota menor. “Em relação ao etanol, temos uma alíquota de ICMS de 16%, contra 31% da gasolina, o que diminui consideravelmente seu preço na bomba e faz com que o produto seja mais competitivo”, explica.

O etanol pode chegar a uma paridade de até 72% frente a gasolina. Segundo estudos do Instituto Mauá de São Paulo, ele ainda é viável para o motorista, pois a regra dos 70% (dividir o preço do etanol pelo da gasolina na bomba)  é apenas uma convenção. A orientação é que o consumidor  faça a conta do próprio veículo e saiba qual combustível é mais econômico para seu carro (calcula quantos quilômetros o carro faz com um litro de etanol, e depois com um litro de gasolina, divide o primeiro pelo segundo, ficando por dentro de qual o rendimento exato do carro com etanol)

O aumento do consumo de Etanol em Minas durante o ano de 2018, em relação a 2017 foi de 70%, o que resultou em um recorde de consumo de 2,48 bilhões de litros e uma economia para o consumidor mineiro de R$ 630 milhões, se comparado ao consumo da gasolina.

Diante desse cenário, as perspectivas de crescimento para o setor são promissoras.  “Temos o segundo maior consumidor do mercado de etanol no Brasil e a segunda maior frota entre os estados brasileiros. A nossa expectativa é que possamos novamente ocupar a segunda posição tanto na produção de cana quanto na produção de etanol”, analisa Mário.

De acordo com o empresário, investimentos estão programados para os próximos anos. Entre eles, está a reativação, em 2020, de duas unidades produtoras no Triângulo Mineiro, o que vai possibilitar a geração de emprego e renda para a região. Outro aporte é na energia elétrica sustentável, a Bioeletricidade. “Temos um potencial muito grande para dobrar a nossa produção de Bioeletricidade. Sabemos da importância ambiental e em função disso queremos oferecer um produto mais limpo e renovável, como alternativa a combustíveis fósseis.”, conta. Mário acredita que um dos grandes desafios do setor é promover seus produtos perante à sociedade, no que diz respeito à sustentabilidade e ao Meio Ambiente. Para isso, está em pauta finalizar a regulamentação do programa Renova Bio, de incentivo à produção e ao uso de biocombustível na matriz veicular brasileira, e que deve entrar em vigor até o final de 2019. “Esse é um esforço nacional, de todo o setor, ancorado nas metas brasileiras do acordo de Paris. Nós temos esse desafio de colocar esse programa funcionando”, afirma.

Apoio do Sistema FIEMG

A defesa do institucional do setor está em pauta nas ações do sindicato para as empresas. Em parceria com o SENAI e a FIEMG Competitiva, o SIAMIG trabalha a capacitação para as indústrias, bem como, por meio de assessorias, a solução de vários entraves, como na área trabalhista, em relação às normas regulamentadoras. “Não medimos esforços para encontrar soluções técnicas para as empresas. Nosso trabalho está focado na defesa institucional do setor”, finaliza Mário Campos.

flyer-post-ok.jpg

Últimas notícias

  1. Decisão liminar suspende pagamento da Taxa de Incêndio em Minas Gerais

    Leia

  2. Índice de Confiança do Empresário Industrial marca a terceira queda mensal seguida

    Leia

  3. Espaço Usiminas de Arte recebe exposição do acervo do SESI MAO

    Leia

  4. Selecionadas as 50 Startups que serão aceleradas no FIEMG Lab 4.0

    Leia

  5. Empresários do Norte de Minas conheceram as ações do projeto FIEMG Competitiva

    Leia

  6. Workshop Compliance Ambiental

    Leia

  7. De malas prontas para a Turquia

    Leia

  8. Previdência: reforma ou falência?

    Leia