Notícia

Paralisação da mineração afeta economia do estado

FIEMG divulga Pesquisa Indicadores Industriais com queda de 64% no faturamento real do setor

O faturamento real do setor extrativo mineral apresentou queda de 64% em fevereiro de 2019 comparada a fevereiro de 2018. A interrupção parcial da atividades nesse segmento em Minas Gerais afetou o desempenho da economia do estado. No índice geral, o faturamento real da indústria teve queda de 0,3% no mesmo período. É o que aponta a Pesquisa Indicadores Industriais divulgada nesta quarta-feira, dia 03/04, pela FIEMG. 

O faturamento real caiu pelo segundo mês consecutivo, as horas trabalhadas na produção registraram o maior decréscimo para o mês desde 2015 e a massa salarial e o rendimento médio real também recuaram. 

A paralisação parcial da atividade extrativa representa um grande desafio para a economia do estado. A queda na oferta de commodities minerais pode comprometer a produção de importantes setores industriais. O mesmo impacto é válido para a cadeia de fornecedores da indústria extrativa, conforme estudo apresentado pela FIEMG sobre a interrupção no setor

Clique aqui e confira a íntegra da pesquisa.

 

Últimas notícias

  1. "eSocial para gestores” é tema de palestra na FIEMG Regional ZM

    Leia

  2. Os novos caminhos da mineração

    Leia

  3. Gestão do tempo, foco e produtividade em pauta

    Leia

  4. Reestruturação da base sindical é tema de reunião na FIEMG

    Leia

  5. Comércio com a Alemanha

    Leia

  6. SILEMG debate instruções normativas

    Leia

  7. Regras do financiamento para energias renováveis é tema de reunião na FIEMG

    Leia

  8. FIEMG discute o futuro da mineração em Minas Gerais

    Leia