Notícia

Sindinova realiza a 25ª edição da Fenova

Nos três dias da feira, visitantes e lojistas de vários estados do Brasil e até do exterior podem conhecer mais de 100 marcas do Polo Calçadista de Nova Serrana

A 25ª edição da Feira de Calçados de Nova Serrana (Fenova), um dos maiores eventos do segmento no país, organizado pelo Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana (Sindinova), teve início nesta terça-feira (12), após dois anos de suspensão, em função da pandemia.

A solenidade de abertura contou com as presenças de diversas autoridades estaduais e municipais, representantes de entidades de classe e empresários, entre eles, os presidentes da FIEMG, Flávio Roscoe, e da Regional Centro-Oeste da Federação, Eduardo Soares; o superintendente do SESI/SENAI Cristiano Leal; o gerente regional do SESI/SENAI, Ricardo Dabés; o gerente regional do Sebrae-MG, Leonardo Mol; e a assessora de Desenvolvimento Sindical Laila Katina.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, enviou uma mensagem por vídeo, parabenizando o Sindinova e todos os envolvidos na organização da Fenova e desejando sucesso e bons negócios.

Geração de empregos

O Polo Calçadista de Nova Serrana é composto por mais de 1.200 indústrias e é responsável por gerar 42 mil empregos diretos e indiretos na região, produzindo, anualmente, cerca de 105 milhões de pares de calçados. De acordo com o presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda, nos primeiros meses de 2022, o município liderou o ranking de geração de empregos no estado, atrás apenas de Belo Horizonte. “Isso demonstra que, quanto mais desafios nos foram impostos, mais fortes e robustas nossas empresas se apresentaram”, enfatizou.

fenova-11.jpg

Ainda segundo Lacerda, nos meses de janeiro a abril deste ano, o Polo Calçadista de Nova Serrana apresentou um crescimento de 122,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Nos três dias de mostra, visitantes e lojistas de vários estados do Brasil terão a oportunidade de conhecer mais de 100 marcas de calçados de Nova Serrana. Importadores dos Estados Unidos, Panamá, Colômbia, Equador e Uruguai também estão fazendo negócios na Fenova e levando o produto de Nova Serrana para o mundo.

Força do associativismo

Em seu pronunciamento, o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, destacou o trabalho atuante do Sindinova em defesa da indústria através da diretoria engajada e da comunidade empresarial unida em prol da cidade, da sociedade e do setor. “Nova Serrana é um exemplo claro da força do associativismo. Quando o estado deixa, o setor privado faz a diferença. Esse é o Brasil que dá certo, no qual o setor privado desenvolve e gera as oportunidades”, afirmou o líder empresarial.

Para o presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste, Eduardo Soares, o trabalho desenvolvido pelos empresários do polo calçadista, liderados pelo Sindinova, demonstra a competência industrial de Nova Serrana. “A Fenova é uma comprovação da potência que a região Centro-Oeste tem, mostra o compromisso do setor industrial com a geração de emprego e renda, oportunizando um ambiente favorável aos negócios e trabalhando em prol do desenvolvimento”, enfatizou.

Gracielle Castro

Analista de Comunicação

FIEMG Regional Centro-Oeste

 

 

Últimas notícias

  1. Alunos do SENAI são capacitados para conversão de antenas parabólicas

    Leia

  2. Flávio Roscoe disputa partidas de xadrez com alunos SESI

    Leia

  3. Empossada nova diretoria da FIEMG Vale do Rio Grande

    Leia

  4. Troca de experiências entre Espírito Santo e Minas Gerais

    Leia

  5. O futuro da indústria está nas salas de aulas

    Leia

  6. Conselho de Tecnologia apresenta e debate diretrizes de trabalho

    Leia

  7. Minas tem inventário positivo de remissões de gases de efeito estufa

    Leia

  8. Espaço CEMIG SESI de Eficiência Energética oferece atividades gratuitas

    Leia