Notícia

Synergy IOT é apresentado para o Conselho de Tecnologia e Inovação

Projeto visa destravar problemas que impedem a promoção da tecnologia e inovação em Minas Gerais e no Brasil

O Conselho de Tecnologia e Inovação da FIEMG se reuniu nesta terça-feira, dia 26/03, na sede da entidade, em Belo Horizonte. A pauta do encontro foi a apresentação, feita por João Luiz Neves, do Projeto Synergy IOT. 

O Brasil está entre os países com as tecnologias digitais mais caras do mundo, grande parte por causa das altas tarifas de importação e dos impostos elevados. Mas apesar desse cenário, somos o 4° país mais conectado do mundo. São mais de 120 milhões de usuários de internet, demandando cada vez mais soluções tecnológicas. Minas Gerais é o estado da indústria e tecnologia. O número de startups cresceu 320% desde 2015. Para João Luiz “é a era da Internet das Coisas (IOT) e da Indústria 4.0, que prevê a geração de negócios com grandes potenciais e lucratividade. 

Segundo o empresário, vendo essas demandas, surgiu o Synergy IOT: um cluster para desenvolvimento de soluções de hardware e software aplicadas ao mercado de IOT e Indústria 4.0. O Synergy contará com uma organização vertical com parceiros com know-how em diversas áreas de atuação, desenvolvimento de novos produtos e soluções, inteligência de mercado, capacidade de produção em escala, entre outros. 

O projeto foi concebido no Conselho de Tecnologia e Inovação há cerca de dois anos para destravar os problemas que impedem a promoção da tecnologia e inovação em Minas Gerais e no Brasil. O Synergy é baseado em três premissas: desenvolvimento de produtos tecnológicos; focar na fabricação de produtos tecnológicos para solucionar problemas verticais do mercado e buscar parceiros com experiência e abrangência de mercado e diversificar soluções. 

“Com o Synergy temos como objetivo melhorar a eficiência dos setores industriais, utilizando as tecnologias de IOT, Big Data, Inteligência Artificial, manufatura avançada e Indústria 4.0”, ressalta João Luiz Neves. Ele afirma que será um centro de fabricação e desenvolvimento das tecnologias, o que atualmente é muito disperso. “Temos o plano de ter um custo competitivo com a China”, diz.

Galeria

Últimas notícias

  1. "eSocial para gestores” é tema de palestra na FIEMG Regional ZM

    Leia

  2. Os novos caminhos da mineração

    Leia

  3. Gestão do tempo, foco e produtividade em pauta

    Leia

  4. Reestruturação da base sindical é tema de reunião na FIEMG

    Leia

  5. Comércio com a Alemanha

    Leia

  6. SILEMG debate instruções normativas

    Leia

  7. Regras do financiamento para energias renováveis é tema de reunião na FIEMG

    Leia

  8. FIEMG discute o futuro da mineração em Minas Gerais

    Leia