Notícia

A importância da gestão ambiental empresarial em tempos de pandemia

Palestra on-line debate processos ambientais como ferramenta para redução de custos nas indústrias

O FIEMG Competitiva e diversos sindicatos empresariais promoveram na quarta-feira, dia 1º/7, a palestra on-line "Processos ambientais como ferramenta para redução de custos nas indústrias - Como fazer uma gestão de economia eficiente utilizando ferramentas e processos ambientais". João Vitor Souza Teixeira, analista ambiental sênior da FIEMG, e Fernando Andrade, CEO da Aterra – Startup acelerada pelo FIEMG Lab 4.0, foram os convidados para abordar o tema.

O momento atual de pandemia do novo coronavírus favorece a sensibilização das indústrias na mudança do comportamento da gestão ambiental, na redução de custos e para enxergar novas possibilidades de negócios. Durante o encontro virtual foram dadas alguns exemplos de práticas que tenham estimulado a mudança de comportamento empresarial diante dos impactos ambientais nas atividades industriais.

João Vitor Teixeira apresentou um panorama sobre Gestão Ambiental Empresarial. De acordo com o analista ambiental sênior da FIEMG, diversas ações podem levar as indústrias do modo reativo para o proativo e se tornarem cada vez mais competitivas. A adoção de práticas como análise de riscos, balanço hídrico, potencial reuso da água e captação pluvial, balanço de massa e a instalação de equipamentos economizadores reduzem os impactos socioambientais gerados pelas empresas. 

O FIEMG Lab foi apresentado pela analista Priscila Medeiros. O programa de aceleração de startups maduras que apresentam soluções para as indústrias já gerou R$ 7,4 milhões em negócios, 70 indústrias já contrataram 25 startups do programa e já foram implantados 89 testes de soluções tecnológicas na indústria. A startup acelerada pelo FIEMG Lab 4.0, Aterra, já gerou R$ 1,5 milhão de contratos com a indústria.

Fernando Andrade, CEO da Aterra, startup que potencializa os benefícios econômicos, de governança e tecnológicos das indústrias por meio da destinação estratégica dos seus resíduos, também participou do debate. Andrade apresentou exemplos de casos concretos que mostram a redução de custos e aumento das receitas a partir do controle inteligente dos impactos ambientais.

"Hoje, apenas 5% das 80mm toneladas produzidas de resíduos sólidos urbanos no Brasil é reciclado. Temos o potencial de 32%, podendo gerar R$ 4 bilhões", pontua Andrade. Os dados de destinação dos resíduos sólidos industriais também não são diferentes. "São produzidas 33 mm toneladas, gerando R$ 13 bilhões, mas com potencial de R$ 39 bilhões", destaca. Segundo Andrade, é necessário enxergar o processo da destinação de resíduos sólidos de forma diferenciada, podendo trazer redução de custos operacionais e o aumento de novas receitas.

A palestra foi mediada por Rafael Castilho, diretor de Educação Ambiental e Relações Institucionais na SEMAD e diretor técnico da UBQ.

Sem-t-tulo.png

FIEMG Competitiva

O Programa FIEMG Competitiva passou, recentemente, por uma reformulação e agora os empresários mineiros, neste momento em que passam por um período de isolamento social, podem investir na formação de suas equipes sem sair de casa. Fundamental para a manutenção da competitividade da indústria mineira, o programa está oferecendo um conjunto de ações inéditas em três eixos temáticos fundamentais: Finanças, Gestão e Mercado. As empresas terão assessorias individuais, além de atendimento coletivo ilimitado por meio de palestras e aulas on-line.

O FIEMG Competitiva é voltado para indústrias associadas aos sindicatos empresariais filiados à Federação mineira. Entretanto, as empresas não associadas podem participar e, para isso, basta procurar o sindicato de seu respectivo setor. Clique aqui e saiba mais sobre o programa. 

Confira a íntegra da palestra

Últimas notícias

  1. Novos hábitos de consumo traz impacto positivo para a indústria moveleira, afirma Flávio Roscoe

    Leia

  2. Especialistas debatem principais impactos da MP 998 para consumidores de energia

    Leia

  3. Industria 4.0 em foco

    Leia

  4. Cemig e FIEMG promovem webinar

    Leia

  5. “A diplomacia busca a transformação do Brasil”, afirma Ernesto Araújo

    Leia

  6. FIEMG faz doação de quartos de CTI completos para Hospital São João de Deus

    Leia

  7. Apoiando as indústrias além das Gerais

    Leia

  8. Conselho de Inovação e Tecnologia recebe presidente do CNPq

    Leia