Notícia

Acordo do Estado com a Vale vai movimentar a economia em Minas Gerais

Conselho de Infraestrutura da FIEMG e o SICEPOT-MG debatem investimentos para o setor

O Conselho de Infraestrutura da FIEMG e o Sindicato da Indústria da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais (SICEPOT-MG) receberam nesta sexta-feira, dia 26 de fevereiro, o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade de Minas Gerais, Fernando Scharlack Marcato. Os investimentos provenientes do acordo do Estado com a Vale, que serão destinados para Infraestrutura em Minas Gerais, foram pauta do encontro.  

O acordo, no valor de R$37, 68 bilhões, contempla projetos de reparação socioeconômica e socioambiental, como transferência de renda e demandas diretas dos atingidos; investimentos socioeconômicos na bacia do Paraopeba; reparação socioambiental integral; segurança hídrica; mobilidade; melhoria dos serviços públicos, entre outros.  

Para Marcato, estes investimentos são fundamentais para o setor da infraestrutura já que houve um reconhecimento, por parte do Estado e de todos os entes envolvidos nesse acordo, que o setor é um vetor estruturante e de desenvolvimento econômico. “É possível dizer que grande parte do acordo está destinada à infraestrutura de reparação, em função do rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, e de compensação, como a melhoria de rodovias, onde todo o estado vai se beneficiar com investimentos na infraestrutura”, pontua.  

Para Emir Cadar Filho, presidente do Conselho de Infraestrutura da FIEMG e do SICEPOT-MG, a infraestrutura de Minas Gerais foi contemplada com um volume significativo de obras. “Foi aberta uma janela de oportunidades para o setor. Os empresários precisam estar preparados porque teremos todos os tipos e tamanhos de projetos”, diz.   

Flávio Roscoe, presidente da FIEMG, ressalta que este acordo deixará um legado para o nosso estado. “Minas Gerais vai avançar cerca de 20 anos na infraestrutura com este conjunto robusto de obras”, afirma. O líder industrial reforça que os empresários terão tranquilidade para participar do processo por ter certeza do recebimento dos pagamentos.   

Galeria

Últimas notícias

  1. Universidade e setor produtivo unidos pelo desenvolvimento do país

    Leia

  2. Indústrias mineiras enfrentam dificuldade para conseguir insumos e matérias-primas

    Leia

  3. Rota 2030 e CIT SENAI são temas de reunião

    Leia

  4. Entidades doam 21 capacetes Elmo para o município de Araguari

    Leia

  5. Oportunidades para a indústria mineira na Petrobras

    Leia

  6. Abertas as inscrições para o Programa de Desenvolvimento de Conselheiros

    Leia

  7. Faturamento da indústria cresce pelo quarto mês seguido

    Leia

  8. Workshop debate importância da água para a indústria de bebidas

    Leia