Notícia

Empresas de Lambari se preparam para formalização do APL do Inox

Reunião abordou proposta de selo de qualidade e modelos de gestão

Mais de 14 empresas do setor do inox de Lambari e de Itajubá, no sul de Minas, participaram de reunião, dia 29/10, para discutirem a criação de um selo de qualidade para os produtos desenvolvidos no Arranjo Produtivo Local (APL) do Inox. A proposta está sendo elaborada pela União Brasileira da Qualidade (UBQ) e foi apresentada aos empresários participantes no encontro promovido pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Itajubá (SIMMMEI), SEBRAE, ACIL , AMEL e FIEMG, no âmbito do Programa FIEMG Competitiva.

De acordo com a coordenadora executiva do SIMMMEI, Sandra Ribeiro, a agenda propositiva é uma iniciativa que abre as preparações das indústrias para a formalização do APL de Inox de Lambari. “No próximo dia 8 vamos ter a formalização do APL, por parte do governo estadual. É uma grande conquista”.

O polo de inox de Lambari será o 48° Arranjo Produtivo Local do Estado de Minas Gerais. Este reconhecimento chega após 10 meses de atuação do SIMMMEI e do Programa FIEMG Competitiva que mapeou, por meio de um amplo diagnóstico, o perfil industrial da cidade e identificou características que legitimam o polo como um APL.   O título garante benefícios para as empresas, como o reconhecimento do mercado consumidor de inox no Brasil e no mundo, além de linhas de crédito diferenciadas.

Lambari conta com 20 empresas ligadas à cadeia do inox, com foco na produção de equipamentos para as indústrias farmacêuticas, químicas, alimentícias e principalmente do setor lácteo. Os laticínios representam cerca de 80% do mercado das indústrias locais.

Encontro de negócio

Na parte da tarde, a empresa de laticínios Danone, conversou com os fornecedores e realizou um encontro de negócio com os empresários. “Os compradores da Danone estiveram aqui e tiveram tempo para se apresentar e mostrar o potencial de compra. As indústrias participantes puderam ver a importância de vender para um player como a Danone. Isso mostra que o caminho está correto, já que uma empresa desse porte sinalizou possibilidade de fazer negócios com os empresários da cidade”, contou Gustavo Moraes, presidente da Associação Comercial e Industrial de Lambari (ACIL).

Últimas notícias

  1. Sinduscon-MG oferece cursos e palestras on-line para profissionais da construção civil

    Leia

  2. Rumo ao associativismo do futuro

    Leia

  3. FIEMG e SEBRAE Minas promovem curso: “Treinamento Fiscal para Compradores”

    Leia

  4. FIEMG promove encontro virtual de negócios da higiene pessoal, perfumaria e cosméticos

    Leia

  5. Bento Albuquerque destaca importância de Minas Gerais para o setor energético e de mineração

    Leia

  6. Entrega da DAMEF é prorrogada até dia 30/11

    Leia

  7. Minascon 2020 terá programação totalmente virtual

    Leia

  8. Inscrições prorrogadas: Encontro para exportação de indústrias da mineração

    Leia