Notícia

FIEMG e AngloGold Ashanti concluem projeto de sustentabilidade para fornecedores

90% das empresas participantes conseguiram melhorar a gestão de seus negócios

A FIEMG apresentou os resultados do projeto “Sustentabilidade na cadeia produtiva” para as 21 micro e pequenas indústrias fornecedoras da AngloGold Ashanti, que se engajaram na proposta, nesta quarta-feira (10/10). A iniciativa, realizada em parceria pelo Sistema FIEMG com a mineradora, tem o objetivo melhorar a gestão sustentável dos negócios, como forma de ampliar a produtividade e a competitividade. 

A MR Services, que presta serviços de hidráulica, pneumática e automação industrial para a produtora de ouro AngloGold Ashanti em Sabará/MG, está colhendo os resultados do trabalho dos últimos 18 meses. De acordo com o diretor técnico, Alysson Matareli, a participação no programa permitiu um ganho de escala, tanto no aumento da carteira de parceiros quanto na reativação de outros clientes. “Aumentamos em 18% o número de clientes. A AngloGold antes representava 45% do nosso faturamento, hoje representa 30%. Vislumbramos um aumento de faturamento da ordem de 20% depois de ingressarmos no projeto”, afirma.

“Nossas ideias foram formatadas. O trabalho foi excelente porque nos deu uma organização que vai nos trazer ganhos em longo prazo”, ressaltou José Starling Júnior, da ADS LATIN Assistência e Manutenção de Aeronaves.

O diretor de Suprimentos, Serviços e Suporte da AngloGold Ashanti, Ewerton Trindade, parabenizou o esforço dos empreendedores e comemorou os resultados do projeto. Ele ressaltou que a empresa acredita no fortalecimento dos fornecedores locais como uma importante alavanca de desenvolvimento da comunidade. “Em 2017, mais de R$ 721 milhões foram investidos em compras nas cidades onde possuímos operações. O programa é mais uma ação no sentido de contribuirmos com a gestão sustentável em toda a nossa cadeia de valor”, ressalta.

A gerente de Responsabilidade Social Empresarial da FIEMG, Luciene Araújo, celebrou com as empresas e ressaltou o fator agregador do projeto. “Estamos muito felizes e esse é só o começo. Esperamos que as pequenas empresas possam trabalhar cada vez mais em parceria com as grandes, em uma união de esforços para que nosso país possa voltar a crescer”, diz.


Segundo a consultora de responsabilidade social empresarial da Fiemg Juliana Bahia, 90% das empresas participantes (das cidades de Belo Horizonte, Nova Lima, Sabará, Caeté, Santa Bárbara, Barão de Cocais e Catas Altas) obtiveram melhora no Índice de Sustentabilidade para Competitividade, que mensura aspectos econômicos, ambientais e sociais de sua gestão.

“O projeto possibilitou o avanço da gestão empresarial com a implementação de novos processos e mudanças em práticas sob o olhar da sustentabilidade, refletindo em questões prioritárias ligadas à saúde e segurança do trabalho para o cumprimento de NRs, na regularização ambiental e ecoeficiência, na melhoria dos relacionamentos com stakeholders e em práticas que envolvem indicadores, gestão estratégica, finanças, marketing e vendas, por exemplo”, explica.

O projeto Sustentabilidade na Cadeia Produtiva contou com sete linhas de ação desenvolvidas e distribuídas em 710 horas técnicas – divididas em capacitações, workshops e consultorias individuais.

Entre os temas tratados nos encontros estão redução de custos, associativismo, relação com público-alvo, regularização ambiental e ecoeficiência, saúde e segurança, gestão estratégica, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), inovação e mercados potenciais para desenvolvimento de novos produtos e serviços.

Os assuntos prioritários foram identificados a partir de diagnóstico específico, desenvolvido em conjunto à Fundação Dom Cabral, e buscaram o aprimoramento do grau de maturidade de gestão das MPEs com base nos três pilares do desenvolvimento sustentável.

 

Galeria

Últimas notícias

  1. "eSocial para gestores” é tema de palestra na FIEMG Regional ZM

    Leia

  2. Os novos caminhos da mineração

    Leia

  3. Gestão do tempo, foco e produtividade em pauta

    Leia

  4. Reestruturação da base sindical é tema de reunião na FIEMG

    Leia

  5. Comércio com a Alemanha

    Leia

  6. SILEMG debate instruções normativas

    Leia

  7. Regras do financiamento para energias renováveis é tema de reunião na FIEMG

    Leia

  8. FIEMG discute o futuro da mineração em Minas Gerais

    Leia