Notícia

Minas Gerais se prepara para ser fornecedora da área de defesa

IEL realiza, em parceria com a Escola Superior de Guerra, o primeiro curso de Gestão de Recursos de Defesa do estado

Fotos: Sebastião Jacinto Júnior

“Para o setor privado, essa é uma excelente oportunidade, pois precisamos desenvolver a capacidade local de fornecimento para a área de defesa do país”, afirmou Flávio Roscoe, presidente da FIEMG, na abertura do curso de Gestão de Recursos de Defesa (CGERD) 2021, realizada de forma remota, no dia 18 de outubro. “Precisamos acabar com essa enorme dependência dos produtos oriundos do exterior, e tudo aquilo que puder ser produzido no Brasil, por nossa indústria, é estrategicamente adequado para o setor de defesa nacional”, reforçou o líder industrial, pontuando que a primeira turma do curso conta com a participação de 20 representantes de indústrias mineiras, todas elas habilitadas a serem fornecedoras de produtos de defesa. Cassiano Marques, contra-almirante e diretor do Campus Rio da Escola Superior de Guerra (ESG), também participou da abertura e ressaltou a importância da parceria entre as duas instituições.

A capacitação é uma parceria da FIEMG, por meio do IEL, com a ESG, e tem o objetivo de apresentar os conceitos de defesa no Estado moderno e os processos de gestão nos âmbitos da administração pública e privada. "A partir de agora, o curso passa a integrar a nossa grade e será ofertado anualmente a empresários, executivos e oficiais superiores das Forças Armadas e forças estaduais, se consolidando, assim, como um importante instrumento de desenvolvimento empresarial e regional no que tange às temáticas ligadas à gestão de recursos de defesa", explicou Rejaine Almeida, gerente do Educação Executiva do IEL.

thumbnail_SJJ_9871.jpg

“O curso representa um grande passo para a evolução da indústria de defesa do estado de Minas Gerais, que nos possibilita o cumprimento da nossa missão de capacitar mais pessoas para liderar essa frente fundamental para o desenvolvimento da nação brasileira", afirmou Gustavo Macena, superintendente do IEL”, endossando as palavras de Almeida.

Segundo Almeida, o curso contempla disciplinas como Desenvolvimento Nacional, Conceitos Básicos e Poder Nacional e Relações Internacionais, dentre outras. “O curso possui 159 horas aproximadamente e será realizado durante oito semanas, na modalidade híbrida, ou seja, aulas on-line e visitas técnicas presenciais em campo”, esclareceu a gestora.

A palestra magna da aula inaugural foi realizada por José Fernandes Pontes Júnior, gerente da Divisão de Planejamento, Orçamento e Finanças do Ministério da Defesa. Também participaram do evento: Rodrigo Otávio Fernandes Honkis, vice-almirante e presidente executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Defesa e Segurança (ABIMDE), Aderico Visconte Pardi Mattioli, general de divisão e diretor presidente da Indústria de Material Bélico do Brasil (IMBEL), Max Cintra Moreira, brigadeiro do ar e comandante do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica, Ramon Marçal da Silva, general de brigada e secretário de Inteligência e Atuação Integrada do Governo de Minas Gerais, René Wakil, vice-presidente da FIEMG, e Martha Lassance, chefe da Assessoria Estratégica da Federação mineira.

Para saber mais sobre os programas desenvolvidos pelo IEL, CLIQUE AQUI.

thumbnail_SJJ_9878.jpg

Últimas notícias

  1. FIEMG Jovem encerra ano com discussão sobre política e 'lobby'

    Leia

  2. Bolsonaro recebe propostas da indústria para a retomada do desenvolvimento e do emprego em 2022

    Leia

  3. Sindipan-JF faz tradicional Confraternização de Final de Ano

    Leia

  4. Descarbonização da indústria da mineração é tema de encontro com britânicos na FIEMG

    Leia

  5. Atividade industrial registra queda de 1,3% em outubro sobre setembro

    Leia

  6. Estrada Real: a história e a riqueza do Brasil passam por aqui

    Leia

  7. Movimentos que libertam a alma

    Leia

  8. Setor sucroenergético de Minas Gerais receberá R$ 6 bilhões em investimentos

    Leia