Notícia

Novas formas para financiamento de projetos da Indústria 4.0

Tema foi debatido durante a reunião do Conselho de Tecnologia e Inovação

Conselho de Tecnologia e Inovação, que é presidido por Valentino Rizzioli, se reuniu no dia 5/05, de maneira remota, para discutir linhas de financiamento para o setor. “Plano Piloto IoT e o apoio do BNDES às tecnologias 4.0” foi apresentado por Bruno Plattek, gerente de Relacionamento Institucional do BNDES.  

O BNDES, em parceria com a MCTIC, contratou um estudo sobre a Internet of Things ( IoT), que gerou um amplo engajamento sobre o tema. Foram mais de 30 workshops e reuniões de conselhos, consultoria de mais de 380 especialistas. "O comitê executivo do estudo teve representantes de MDCI, MT, MP, MCTIC, BNDES, Anatel, Finep, CNI, CNA e CNC", explica contando que o site do estudo teve mais de 19 mil acessos e o relatório, 8 mil downloads. 

Já “BNDES Crédito Serviços 4.0", foi o assunto conduzido por Gabriel Ferraz Aidar, gerente do Departamento de Bens de Capital da entidade. O banco apoia aquisição de serviços tecnológicos, incluindo a implantação de soluções de cidades inteligentes e similares. “Os serviços tecnológicos são aplicações de recursos humanos, combinados aos tecnológicos, prestados de forma  pontual ou contínua para a criação, modificação ou melhoria do produto”, explicou Aidar. 

Thadeu Neves, gerente de Projetos para a Indústria do IEL, apresentou o tema “Desafio FIEMG Competitiva”.  “Mais de 1.800 indústrias já participaram do programa e conseguiram encontrar soluções para seus desafios”, conta o gestor, pontuando que as ações do FIEMG Competitiva são customizadas de acordo com as demandas coletivas. “Se as indústrias e seus desafios não são iguais, por que as soluções deveriam ser?”, questionou Neves.  

A analista de Projetos para a Indústria da FIEMG, Daniela Azevedo Almeida Pinto Coelho, explicou para os participantes da reunião como funciona o desafio. A iniciativa tem o objetivo de promover a competitividade tornando a inovação mais acessível às indústrias mineiras parceiras dos sindicatos filiados à FIEMG.

“O público-alvo são as indústrias de todos os setores e a submissão das propostas será realizada pelos sindicatos empresariais filiados à FIEMG em consonância com as regras definidas ao longo de 2021”.  

São considerados projetos apoiáveis aqueles que tenham potencial de gerar melhorias para um grupo coletivo de empresas ou segmentos que tratem dos seguintes assuntos: Produtividade e eficiência, Indústria 4.0, Gestão Empresarial, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Insumos técnicos para defesa de interesses e MKT para relacionamentos.  

Últimas notícias

  1. Sindigraf-JF tem nova Diretoria

    Leia

  2. Cemig prevê investimento de R$ 15,4 bilhões nos próximos seis anos

    Leia

  3. Setor têxtil participa de projeto Setorial Lean Manufacturing

    Leia

  4. Conselho Tributário da FIEMG aborda temas diversos sobre ICMS

    Leia

  5. Inspeção veicular em pauta

    Leia

  6. FIEMG Jovem recebe Flávio Roscoe em conversa sobre rumos de Minas e do país

    Leia

  7. Sociedade, indústria e comunidade acadêmica conectadas

    Leia

  8. Tributos e Encargos do Setor Elétrico Brasileiro

    Leia