Notícia

O futuro da mineração em debate

Evento realizado pelo Ibram reuniu especialistas e representantes do setor produtivo

Com o objetivo de discutir o futuro da mineração, o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) realizou, nos dias 15 e 16/7, o E-Mineração: Evento virtual de negócios. Durante dois dias, os participantes tiveram acesso a lives, palestras técnicas e pitchs de negócios para startups. O evento teve a participação de autoridades do setor produtivo de Minas Gerais, como Alexandre Mello, do Sindicato Nacional da Indústria da Extração do Ferro e Metais Básicos (SINFERBASE) e Flávio Roscoe, presidente da FIEMG. 

Roscoe participou do painel "Avanços e obstáculos para a mineração do futuro". O líder empresarial pontuou que, para a FIEMG, a mineração é essencial. “Faz parte de nosso DNA e da identidade de Minas”, afirmou, lembrando que a relevância do setor da mineração ficou abalada perante a sociedade, após os acidentes em Mariana (2015) e Brumadinho (2019). 

Entretanto, para Roscoe, as empresas do setor vêm fazendo um bom trabalho junto à sociedade para reverter essa imagem, mostrando o quão importante a mineração é para a economia, não apenas de Minas, mas do Brasil. Mas, para ele, é necessário fazer mais. “Precisamos aumentar a percepção de valor da mineração para a sociedade. O minério está presente em vários aspecto da vida humana. Tudo na vida é plantado ou minerado. A indústria mineral é vital na vida de todos. O minério vira carro, eletrodomésticos e joias. É a base do agronegócio. Não se planta sem a correção do solo e para isso é necessário usar minerais”, afirmou.

Segundo Roscoe, para que essa percepção seja melhorada, será necessário, onde for viável, utilizar tecnologias para evitar o uso de barragens de rejeitos. “A aplicação de tecnologias que preserve o meio ambiente e assegure a segurança da população que vive nos locais de extração é essencial. Temos a capacidade de termos as minas mais produtivas do mundo e, também, as mais eficientes e modernas”, finalizou.

Participaram do painel "Avanços e obstáculos para a mineração do futuro": José Conrado Santos, presidente da  Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA), Paulo Misk, conselheiro da Federação das Indústrias do Estado da Bahia
 (FIEB), Sandro Mabel, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG), Rodrigo César Franceschini Oliveira, presidente do CSM-ABIMAQ. A moderação foi feita por Flávio Ottoni Penido, diretor-presidente do IBRAM.

Últimas notícias

  1. Especialistas em recursos hídricos visitam laboratórios do CIT SENAI

    Leia

  2. Taxa de Incêndio em Minas Gerais é declarada inconstitucional

    Leia

  3. Minascon: economia circular e arquitetura por Marcelo Rosenbaum

    Leia

  4. Embaixador do Chile no Brasil visita a FIEMG

    Leia

  5. Simpósio de Recursos Hídricos chega ao fim com Carta de Belo Horizonte

    Leia

  6. Programa FIEMG Jovem recebe Mentoria em ESG

    Leia

  7. FIEMG Zona da Mata promove treinamento sobre SPED Fiscal

    Leia

  8. Impressora de cimento vence "Concurso Mãos à Obra - Prêmio Gustavo Charlemont"

    Leia