Notícia

Roscoe apresenta balanço da gestão para Conselho de Representantes da FIEMG

Empresários conheceram ainda ações da campanha “A indústria tá”

O Conselho de Representantes da FIEMG, formado por presidentes e delegados dos sindicatos empresariais da indústria mineira, se reuniu nesta quinta-feira, dia 27/05, na sede da entidade, em Belo Horizonte. Com uma extensa pauta de trabalhos, os conselheiros debateram assuntos administrativos da instituição e acompanharam ainda o balanço de três anos da gestão Pró-Indústria, presidida pelo industrial Flávio Roscoe.

“Desde o início da nossa gestão, temos feito um grande esforço na casa para a redução de custos. Chegamos com déficit operacional e hoje estamos entregando R$ 708 milhões em superávit, uma média de R$ 235 milhões por ano, fruto de um esforço extraordinário. Com isso já liquidamos as dívidas do SENAI, que conta com um caixa líquido de mais de R$ 80 milhões. O SESI hoje bate quase R$ 700 milhões em caixa. Esses resultados se converterão em investimentos para a comunidade industrial e para a sociedade como um todo”, afirmou o presidente da FIEMG.

Gestão de pessoas

De acordo com Roscoe, a Federação conseguiu reduzir em 30% o custo de pessoal sobre a receita corrente. “Ainda assim estamos ofertando muito mais benefícios para os funcionários. Pagamos cerca de R$ 50 milhões em incentivos aos funcionários, por meio do cumprimento de metas, prêmios e participação nos resultados”.

Mesmo com a redução, as entidades da Federação mineira estão beneficiando mais pessoas. “Quando assumimos, a Rede SESI atendia 13 mil alunos na educação contínua. Hoje estamos com 18 mil estudantes e queremos entregar, ao final de 2023, uma rede com 27 mil”, pontuou. Roscoe apresentou ainda as conquistas nas áreas de relações do trabalho, meio ambiente, tributária, de integridade, negócios internacionais, econômica, de infraestrutura, entre outras. 

Mutirão da solidariedade

A FIEMG liderou diversas ações, desde o início da pandemia da Covid-19, para ajudar a sociedade mineira a enfrentar os efeitos sociais e econômicos causados pela doença. Foram arrecadados cerca de R$ 800 milhões para diversas iniciativas. “Somos a entidade empresarial que mais realizou ações de mitigação no Brasil”.

Foram doados ventiladores pulmonares, realizados consertos de respiradores danificados, cilindros de oxigênio foram emprestados, além das diversas doações em álcool, máscaras, jalecos e muito mais. No último dia 26, Roscoe entregou ao governador Romeu Zema 200 câmaras frias adquiridas pela FIEMG para ajudar no processo da vacinação contra a Covid-19. “Quase 400 municípios serão beneficiados com ações diversas dentro da campanha Unidos pela Vacina. Quase metade do estado de Minas Gerais esta sendo apoiada nesta ação”, reforçou Roscoe.

Saiba mais sobre a entrega em FIEMG realiza doação de câmaras frias para a conservação de vacinas contra a Covid-19.

Campanha reforça papel da indústria

Além de gerar milhares de empregos, a indústria está presente em todos os momentos da vida moderna. A valorização do papel do setor industrial é a linha que conduz a campanha “A indústria tá”, lançada no último dia 25, Dia da Indústria. “Precisamos envolver a comunidade em um movimento de empoderamento, mostrando a relevância do setor industrial e a importância para a vida das pessoas”, contou Roscoe.

Saiba mais sobre a campanha em A indústria tá na vida, tá em tudo.

 

Galeria

Últimas notícias

  1. Feira da Moda movimentou Taiobeiras, no Norte de Minas

    Leia

  2. Segunda edição do Encontro Nacional de Jovens Industriais está com inscrições abertas

    Leia

  3. FIEMG divulga a programação da 26ª edição do Minas Trend

    Leia

  4. Minas Gerais: o estado da Moda

    Leia

  5. 26ª edição do Minas Trend acontece em novembro

    Leia

  6. Projeto de educação financeira do SESI Barbacena arrecada mais de R$ 2 mil

    Leia

  7. CIEMG realiza reunião e apresenta importância da sustentabilidade em empresas

    Leia

  8. SENAI Minas é premiado no Top Lean 2021 com 20 projetos educacionais

    Leia