Notícia

Seminário Moveleiro on-line é sucesso em Ubá

Evento completou oito edições e foi promovido pelo Intersind e Sebrae, com apoio da FIEMG

O Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Mobiliário de Ubá (Intersind) e o Sebrae Minas realizaram, no dia 19/11, o 8º Seminário Moveleiro de Ubá. O evento, que visa fomentar a integração e a inovação na indústria moveleira e em toda a cadeia produtiva do setor na região, este ano foi totalmente on-line e gratuito.

O objetivo do seminário, que contou com o apoio da FIEMG em sua realização, foi transmitir aos empresários informações que desvendam um novo olhar em relação à atividade moveleira, de modo a garantir a inovação e a integração das indústrias do setor moveleiro regional.

A abertura foi realizada pelo presidente do Intersind, Aureo Calçado Barbosa, e pelo gerente regional do Sebrae Minas, João Roberto Marques Lobo; juntamente com o gerente do SESI/SENAI Ubá, Cláudio Bellose de Oliveira; o diretor pedagógico da FUPAC Ubá, Wagner Inácio Freitas Dias; e a diretora da UEMG Ubá, Kelly da Silva. A mediação do seminário ficou a cargo da analista técnica do Sebrae Regional Zona da Mata e Vertentes, Lúcia Caiaffa.

Esse ano o tema abordado foi “Formação e capacitação de mão de obra como diferencial competitivo”. O presidente Aureo Barbosa destacou a atualidade e importância do assunto escolhido nesta edição. “A razão deste seminário é dar um ponto inicial para que todos nós estejamos engajados no futuro. Vamos buscar interagir com diretores e professores das escolas e criar uma grade curricular que venha condizer com as necessidades atuais e futuras das indústrias do setor moveleiro”, disse.

O evento também contou com a participação dos convidados Rafael Mantovani Cardoso, que está há 15 anos no SENAI e atualmente ocupa o cargo de supervisor técnico na unidade de Ubá; Israel Iasbik, coordenador do curso de Engenharia de Produção e Civil da FUPAC Ubá; e Sandro Ferreira de Souza, doutorando em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Viçosa e especialista em Design de Móveis pela UEMG, onde também atua como professor e pesquisador.

Israel Iasbik falou sobre a inserção de acadêmicos no mercado de trabalho logo nos primeiros anos de curso como sendo um passo importante, tanto para as empresas quanto para as instituições de ensino, e também um diferencial na busca por uma mão de obra inovadora. Complementando, Sandro Ferreira falou que ter uma mão de obra qualificada é extremamente importante para se manter grande no mercado de trabalho, e que a educação tem um grande papel nessa qualificação. Já Rafael Mantovani analisou a importância dos investimentos tecnológicos nas empresas, mas também os seus custos, e disse que a oportunidade de criação interna é muito grande quando se abre espaço para que a equipe proponha suas ideias, podendo surgir produtos inovadores.

Semin-rio-Uba-2.jpg

Últimas notícias

  1. Mais sinergia entre setor produtivo e o Legislativo

    Leia

  2. Atualização em SST é tema de treinamento da FIEMG Regional ZM

    Leia

  3. Últimos dias para se inscrever no processo seletivo da Rede SESI de Educação

    Leia

  4. Arthur Lira recebe pleitos dos representantes da indústria mineira

    Leia

  5. Nova regulamentação para desburocratizar obras de "baixo risco"

    Leia

  6. CIT SENAI desenvolve pesquisa para indústria de bebidas saudáveis

    Leia

  7. Empresários iniciam 2021 menos confiantes na economia

    Leia

  8. Manutenção da SELIC é avaliada como positiva pela FIEMG

    Leia