Notícia

Setor sucroenergético de Minas Gerais receberá R$ 6 bilhões em investimentos

Plano de expansão foi apresentado durante reunião realizada na FIEMG

A Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (SIAMIG) apresentou, no dia 6/12, para representantes do governo Minas Gerais seu plano de investimento para o estado. Serão R$ 6 bilhões em investimentos na expansão do setor, que poderão utilizados em projetos de exportação de energia e de biogás, irrigação, fertilização e novas tecnologias agrícolas. É esperado que a produtividade tenha um aumento de 46%, gerando mais de 58 mil novos empregos. “Estamos em várias regiões do estado, gerando emprego e renda. Neste ano, devido à seca, o setor moeu 65 milhões de toneladas de cana e a nossa meta é que, em que oito anos, chegue a 95 milhões de toneladas, tornando Minas Gerais o segundo maior estado canavieiro do Brasil”, afirma Mário Campos, presidente da SIAMIG.  

Campos ressaltou a importância do setor público nesta expansão, afirmando que Romeu Zema, governador de Minas Gerais, vem fazendo um bom trabalho de gestão. “Isso vem mudando as expectativas do empresariado e melhorando o ambiente de negócios”, disse.A reunião foi realizada na sede da FIEMG, em Belo Horizonte, e contou com as presenças de Romeu Zema, governador de Minas Gerais, Flávio Roscoe, presidente da Federação mineira, Fernando Passalio, secretário de Desenvolvimento Econômico, Mateus Simões, secretário-geral de Minas, e representantes das usinas associadas à SIAMIG.  "Depois de quase três anos de gestão, podemos apontar avanços expressivos em áreas importantes do Estado, como saúde, educação e infraestrutura", afirmou Zema pontuando que atua para a desburocratização do Estado. "Temos que continuar avançando e o que o governo do estadual puder fazer para não atrapalhar os avanços do setor produtivo, será feito", ressaltou. 

Atualmente o setor sucroenergético de Minas Gerais é o responsável pelo processamento de 70,8 milhões de toneladas de cana e por 167 mil empregos diretos e indiretos. É o detentor de recordes de produções de açúcar (4,706 milhões de toneladas) e etanol (3, 56 bilhões de litros). Também se destaca na exportação de bioeletricidade, com 23 usinas que produzem 3,196 milhões de MWh de energia que atendem 1,18 milhão de pessoas -  6% da população do estado.  

 

Últimas notícias

  1. FIEMG e sindicatos apoiam trabalhadores e empresas de Sabará afetados por chuvas

    Leia

  2. TJMG recebe visita do presidente da FIEMG

    Leia

  3. Treinamento orienta sobre eSocial na FIEMG Regional Zona da Mata

    Leia

  4. Atividade industrial desacelera em dezembro, aponta pesquisa

    Leia

  5. Empresas da Grande BH reúnem-se com CEMIG para discutir atendimento no período chuvoso

    Leia

  6. FEMUR 2022 é aberta em Ubá e marca a retomada econômica do setor moveleiro

    Leia

  7. FIEMG abre busca da Vale de fornecedores para obras na Bacia do Paraopeba

    Leia

  8. Startups: ideias que transformam a sua vida

    Leia